Cavalieri tem nas mãos a missão de ser uma das referências do Botafogo na reta final do Brasileiro-2020

LANCE!
·2 minuto de leitura


O desafio de ser um dos pilares de experiência na reta final desafiadora do Botafogo no Campeonato Brasileiro-2020 marca o início de 2021 de Diego Cavalieri. Com contrato até o final desta temporada, o jogador de 38 anos terá de se desdobrar tanto para transmitir segurança em campo quanto para ajudar seus companheiros a lidarem com cicatrizes de um período conturbado fora de campo.

Contratado inicialmente para ser reserva de Gatito Fernández, Cavalieri aos poucos engatou uma boa sequência de jogos no Campeonato Brasileiro. O camisa 12 esteve em 18 das 26 partidas da competição como titular da meta do Alvinegro.

> Ídolo do Botafogo, aniversariante Jefferson está no TOP-10 dos que mais jogaram pelo clube. Veja a lista!


Com isto, aos poucos foi se firmando como referência para um elenco que traz no seu setor defensivo os jovens Kanu e Marcelo Benevenuto, além do meio-campista Caio Alexandre.

De acordo com o Sofa Score Brazil, sua média de acerto no passe longo é de 49.8%. Além disto, o goleiro contabiliza 57% de média em bolas defendidas e pontuação de 3.00 em defesas difíceis.

Sua imposição será ainda mais crucial nesta reta final do Alvinegro na competição nacional. Cavalieri está designado como titular por Eduardo Barroca para o primeiro jogo de 2021 da equipe, contra o Athletico-PR, no dia 6. O técnico evitou estabelecer prazos para recuperação de Gatito Fernández, que está em transição muscular após ter passado por uma lesão no joelho direito.

A vivência e o desejo de Cavalieri se superar a cada partida são um dos caminhos para que o Botafogo mude seu quadro no Campeonato Brasileiro. Sua serenidade será crucial para garantir que a equipe alvinegra comece a se reencontrar com as vitórias. A equipe de Eduardo Barroca entra em campo na quarta-feira, às 19h15, contra o Athletico-PR.