Cavaleiro brasileiro é suspenso por doping de seu cavalo

Marlon Zanotelli terá dois meses de punição até decisão do Tribunal da Federação Equestre Internacional

O cavaleiro que representou o Brasil no Pan de Toronto-2015, Marlon Zanotelli, foi suspenso provisoriamente pela Federação Equestre Internacional (FEI). Isso se deve porque seu cavalo, o Sirene de la Motte, foi flagrado no exame antidoping realizado no início de fevereiro durante uma competição de saltos em Vilamoura, Portugal. O atleta, agora, aguarda julgamento do Tribunal da FEI.

Zanotelli foi notificado sobre o o resultado do teste do cavalo na última quarta-feira, dia cinco. O animal testou positivo para a substância proibida Sparteína. A FEI anunciou a suspensão provisória no dia seguinte.

Marlon, de 28 anos, foi um dos integrantes da equipe de saltos do Brasil nos Jogos Equestres Mundiais, em 2014, além do Pan de Toronto-2015. O cavaleiro ficou de fora do time da Rio-2016.




E MAIS: