Catarinense: Na base da eficiência, Chapecoense bate Avaí no clássico

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Em confronto que precisou acontecer na cidade de Itajaí pelas restrições em alguns municípios de Santa Catarina, a Chapecoense bateu o Avaí por 2 a 1 no clássico estadual pela segunda rodada do Campeonato Catarinense. Enquanto Fernandinho e Perotti marcaram para o Verdão do Oeste, Renato fez o tento do Leão da Ilha.

>Confira a classificação atualizada do Catarinense

ERROU A PRIMEIRA, MAS NA SEGUNDA...

Apesar de aparentemente o Avaí ser a equipe que demonstrava ter interesse em controlar territorialmente a partida, as chegadas ofensivas da Chape eram mais agudas e objetivas. Tanto é que, nos primeiros minutos, o Verdão assustou o goleiro Glédson na batida de falta espalmada pelo arqueiro onde Perotti perdeu uma chance incrível embaixo da trave adversária. Foi dessa forma que o meio-campista Lima, com um passe excelente por elevação dado por Fernandinho no lado esquerdo do ataque, invadiu a grande área do Leão e fuzilou de perna esquerda no canto oposto de Glédson. Placar inaugurado na cidade de Itajaí a favor da Chapecoense.

RESPOSTA AÉREA

Se não fazia uma partida de absoluta eficiência ofensiva, o time da Ressacada acabou igualando o marcador no Hercílio Luz justamente com quem veio após atuar em 2019 na Chape: Renato. Após cobrança de escanteio cortada parcialmente pela zaga dos comandados de Filipe Mattos, o meio-campista acertou um bonito chute de sem-pulo onde João Paulo não caiu a tempo para evitar o tento avaiano.

CRESCEU DE PRODUÇÃO

Depois de parear o marcador, o time Azzurra parece ter encontrado os caminhos para explorar o sistema defensivo da Chapecoense com mais efetividade. As demonstrações claras dessa situação foram a chegada com perigo na batida cruzada de Lourenço, uma cabeça de Renato próxima a marca de pênalti que passou ao lado da meta de João Paulo e novamente com Lourenço, dessa vez passando com certa liberdade pela marcação, e chutando ao lado do gol da Chape. Melhor momento do Avaí entre o fim da primeira etapa e a parte inicial do tempo complementar.

VELHO DITADO

O desempenho técnico do time da capital melhorou (seguindo inclusive melhor até o apito final), mas não foi convertido em bola na rede e acabou "custando caro" quando Fernandinho invadiu a grande área, driblou o zagueiro Betão e, ao cair, viu o árbitro marcar pênalti à favor da equipe de Chapecó. O lance, aliás, gerou intensa revolta e até mesmo uma confusão entre as equipes.

Quando a cobrança pode ser executada, Perotti colocou a bola no canto direito (Glédson caiu do lado esquerdo) e recolocou o time Condá na dianteira do marcador em Itajaí.

FICHA TÉCNICA
​CHAPECOENSE 2 x 1 AVAÍ

Local:
Estádio Doutor Hercílio Luz, em Itajaí (SC)
Data e hora: 11/03/2021 - 16h (de Brasília)
​Árbitro: Rafael Traci
Assistentes: Thiaggo Americano Labes e Gizeli Casaril
Cartões amarelos: Ronei, Derlan, Alan Santos (CHA) /
Cartões vermelhos:

GOLS: Lima (20'/1°T) (1-0), Renato (28'/1°T) (1-1), Perotti (21'/2°T) (2-1)

CHAPECOENSE (Técnico: Filipe Mattos)

João Paulo; Hiago (Alan Santos, aos 13'/2°T), Kadu, Derlan e Mancha (Busanello, aos 39'/2°T); Ronei (Anderson Leite, aos 39'/2°T), Moisés Ribeiro, Lima e Rafael Holstein (Mike, aos 28'/2°T), Fernandinho (Matheus Ribeiro, aos 28'/2°T) e Perotti.

AVAÍ (Técnico: Claudinei Oliveira)

Glédson; Edilson, Alemão, Betão e Iury (João Lucas, aos 23'/2°T); Wesley Soares, Bruno Silva e Vinícius Leite (Valdivia, aos 23'/2°T); Renato, Lourenço (João Vitor, aos 28'/2°T) e Getúlio (Jô, aos 42'/2°T).