Catania tem falência declarada por dívida de R$ 360 milhões

·1 min de leitura
CATANIA, ITALY - MARCH 12:  Maximiliano Maxi Lopez of Catania Calcio celebrates a goal during the Serie A match between Catania Calcio and FC Internazionale Milano at Stadio Angelo Massimino on March 12, 2010 in Catania, Italy.  (Photo by Maurizio Lagana/Getty Images)
Clube italiano disputou a Série A por mais de 15 temporadas, mas foi rebaixado por problemas financeiros. Foto: (Maurizio Lagana/Getty Images)

Uma das equipes mais tradicionais da Itália teve sua falência decretada nesta semana. Com dívida de mais de 55 milhões de euros (aproximadamente R$ 360 milhões na cotação atual), o Catania não teve aprovação no seu plano de recuperação fiscal e terá que recomeçar tudo de novo.

O Catania, que teve em seu elenco os argentinos Maxi López e Papu Gómez entre os anos de 2006 e 2014, também contou com Diego Simeone no comando de sua casamata entre os meses de janeiro e junho de 2011.

Leia também:

Rival histórico do Palermo, que também disputa a terceira divisão italiana por ter sido rebaixado em decorrência de problemas financeiros, na região sul da Itália, mais especificamente na Sicília, o Catania teve seu melhor desempenho na primeira divisão nacional quando terminou, na temporada de 2012/2013 na oitava colocação na classificação.

Será permitido ao clube da Sicília o direito provisório de jogar a terceira divisão até o dia 2 de janeiro. Atualmente, o Catania ocupa a 13ª posição na tabela do grupo C da Série C. Um grupo formado por dois contadores e um advogado tem como objetivo providenciar garantias financeiras para que seja possível encerrar a atual temporada da terceira divisão.

No ano de 1993, o Catania também passou por reformulação por causa de problemas financeiros. Fundado em 1946, os comandantes têm prazo de até 30 dias para recorrer da decisão ou encontrar um novo dono que abrace as dívidas de mais de 55 milhões de euros.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos