Caso venda Mbappé, PSG deve pagar valor gigantesco ao Monaco

·2 minuto de leitura


As especulações envolvendo a saída de Mbappé do PSG ao Real Madrid não envolvem apenas os dois clubes. O Monaco, equipe em que o craque francês surgiu, também está de olho na negociação por conta da possibilidade de receber uma bolada de 35 milhões de euros (R$ 217 milhões).

Em entrevista à "RMC Sport" nesta quarta-feira, Leonardo, diretor esportivo do clube francês, lembrou desta comissão estipulada em contrato.

- A oferta é considerada longe do que Mbappé representa atualmente. E também devemos parte deste dinheiro ao Monaco e consideramos que a proposta não é suficiente.

> Veja a tabela da Ligue 1

Em 2018, o Paris Saint-Germain executou a compra de Mbappé junto ao Monaco por 180 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão na atual cotação). Mas os valores podem ser elevados tanto em caso de uma transferência do atleta para outro time, mas também caso o camisa sete renove seu vínculo com o clube de Nasser Al-Khelaifi.

O Real Madrid ofereceu uma proposta na casa dos 160 milhões de euros (R$ 996 milhões) para contratar Mbappé. Caso o PSG aceitasse a oferta, o clube iria ficar apenas com 125 milhões de euros (R$ 778 milhões), enquanto a outra parte deveria ser paga ao adversário do Campeonato Francês.

Por conta disso, o Paris Saint-Germain recusou sem pensar duas vezes a primeira oferta, mas internamente especula-se que o clube pode aceitar uma nova oferta do Real Madrid caso os valores cheguem na casa dos 200 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão).

Nesta novela, Mbappé também recusou uma nova proposta do PSG por uma renovação contratual. O jogador tem o desejo de vestir a camisa merengue, mas a dúvida que resta é se a vontade irá se concretizar ainda este ano ou apenas em 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos