Caso Mari Ferrer: mulheres pedem justiça em manifestações pelo país

Colaboradores Yahoo Notícias
·2 minuto de leitura

Manifestantes protestaram na tarde deste domingo (8) pedindo justiça para Mariana Ferrer, blogueira humilhada durante audiência que julgava sua denúncia de estupro. Atos foram registrados em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Goiânia, além de Campinas (SP) e outras cidades.

O ato na capital paulista começou na Avenida Paulista, em frente ao Museu de Arte de São Paulo (Masp), e desceu a Rua da Consolação até a Praça Roosevelt. Segundo a CET, a Avenida Paulista já foi liberada para a circulação de carros.

Leia também

Segundo a organização, cinco mil pessoas participaram do ato em São Paulo. A Polícia Militar, que acompanhou a passeata, não divulgou estimativa de público. No Rio, o protesto se concentrou na Cinelândia.

Manifestantes exibiram cartazes e bandeiras pedindo o fim da violência contra a mulher, imitaram a manifestação feminista no Chile, em 2019, e lembraram do caso de Mariana Ferrer.

Trechos da audiência da blogueira, realizada por videoconferência, foram utilizados pelo site The Intercept Brasil para denunciar a postura do defensor Cláudio Gastão da Rosa Filho, advogado de defesa do empresário André de Camargo Aranha, acusado de estuprar Mariana em uma festa em Florianópolis, em 2018.

Aranha foi denunciado pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) por “estupro de vulnerável”, considerando que a vítima acreditava ter sido drogada e, portanto, não tinha condições de aceitar ou negar o ato sexual. No entanto, nas considerações finais, o MPSC mudou seu entendimento e pediu a absolvição do acusado.

O empresário foi absolvido em setembro deste ano por falta de provas. Segundo a Justiça, a vulnerabilidade da vítima não ficou comprovada e como não existe "estupro culposo", a dúvida quanto ao estado da jovem favoreceria o réu. O termo, conforme o próprio The Intercept Brasil reconheceu posteriormente, não consta na decisão judicial.

Na audiência, o Gastão da Rosa Filho exibe cópias de fotos sensuais produzidas pela jovem enquanto era modelo profissional e afirma que “jamais teria uma filha” do “nível” de Mariana.

“Não adianta vir com esse teu choro dissimulado, falso e essa lábia de crocodilo”, disse ele. “Teu showzinho você vai no seu Instagram dar depois”, completou Gastão, durante a audiência. “É seu ganha pão a desgraça dos outros, fala a verdade”.