Casillas não vê Espanha como favorita, sonha com crescimento e diz que defesa contra Robben foi 'sorte'

Casillas foi responsável por uma defesa decisiva na final da Copa do Mundo de 2010 pela Espanha (AFP)


Com o início de mais uma Copa do Mundo, a Espanha revive o momento mais marcante da história da modalidade no país, o título de 2010. Nele, ídolos marcaram uma geração como Xavi, Iniesta e Iker Casillas. Em entrevista ao 'Marca', o ex-goleiro disse que a defesa no chute de Robben no momento decisivo foi por pura 'sorte'.

- Sim, estou convencido de que Robben e eu vivemos aquela jogada dez vezes e é possível que eu tenha marcado um gol nove vezes. Naquele dia pela situação, pela circunstância ou porque alguém queria que fosse assim, ele me deu um soco no pé e a bola saiu -disse.

+ Confira e simule a tabela da Copa do Mundo


Na campanha de 2010, na África do Sul, Casillas foi responsável por defesas importantes e essencial para a conquista inédita. Ao analisar o momento da seleção espanhola, o ex-arqueiro citou que não é favorita como Brasil e França, mas que pode chegar às semifinais e sonhar com o título.

- É o que digo, e não o digo mal. Não considero um favorito como França, Brasil ou Argentina. Acima de tudo, vejo Brasil e França mais consolidados, mas a Espanha pode perfeitamente chegar às semifinais e a partir daí, por que não vencerá a Copa do Mundo? - disse, antes de emendar:

- Principalmente pelas mudanças que vêm ocorrendo ao longo dos anos. Luis Enrique fez uma mudança geracional e isso não é fácil. E ele conseguiu, deu-lhe bons resultados. Você vai concordar ou não com as pessoas que ele liderou, mas ele levou a Espanha às semifinais da Euro, a uma final da Liga das Nações e às quatro finais de outra. Os resultados são positivos - completou.

A meta da 'La Roja' será defendida por Unai Simón nesta edição da Copa do Mundo. Para Casillas, o arqueiro tem que estar focado e ter calma para crescer durante a competição. Além disso, ao ser perguntado sobre qual será a final do Mundial, o ídolo fez a sua aposta.

- Que você tem que estar muito focado, que você tem que estar envolvido o tempo todo e com capacidade de resposta. Unai, David ou Roberto. Ao que tudo indica, Unai começa em vantagem, mas tem de transmitir maturidade e calma aos restantes para que quando a equipa olhar para trás perceba que pode estar tranquilo - frisou:

+ Espanha treina com Asensio, mas com ausência de dois defensores

- Quem dera fosse um Espanha-França ou Espanha-Brasil... Se a Espanha chegasse às semifinais eu ficaria feliz, mas se chegasse à final, melhor ainda. Vamos, Espanha-França - apostou.