"Não é momento de se falar em culpados", diz Thiago Silva após eliminação

EFE

Paris, 6 mar (EFE).- A lesão de Neymar, que não pode participar do jogo desta terça-feira, a expulsão de Marco Verratti e as escolhas do técnico Unai Emery vem sendo apontados como fatores determinantes para que o Paris Saint-Germain perdesse para o Real Madrid por 2 a 1 no Parc des Princes e fosse eliminado nas oitavas de final da Liga dos Campeões.

No entanto, na visão da equipe parisiense, o zagueiro Thiago Silva, não é hora de tentar achar responsáveis pela queda no torneio continental, e sim de olhar para frente.

"Não é momento de se falar em culpados. Não se pode apontar para ninguém. Quando você aponta para alguém com um dedo, três dedos apontam para você. Neste momento, isso não vale", declarou o brasileiro na zona mista do Parc des Princes.

"Todos temos um pouco de culpa. Talvez poderíamos ter feito um pouco mais. Mas agora temos que seguir adiante", completou o defensor.

Fora da 'Champions', o PSG vai em busca dos títulos do Campeonato Francês, em que é líder com 14 pontos de vantagem, da Copa da França, em que está nas semifinais, e da Copa da Liga, da qual é finalista. EFE


Leia também