Corinthians enfrenta surpresa da 1ª rodada do grupo 7 da Libertadores

EFE

São Paulo, 13 mar (EFE).- Após ter empatado sem gols com o Millonarios no último dia 28, o Corinthians jogará pela primeira vez em casa nesta edição da Taça Libertadores e enfrentará o Deportivo Lara, que largou à frente no grupo 7 ao ter derrotado o Independiente por 1 a 0 na Venezuela.

Atual vice-campeão venezuelano, o Lara surpreendeu o vencedor da última Copa Sul-Americana graças a um gol marcado por Sierra, enquanto o Timão, apesar de ter criado mais chances, ficou na igualdade com o campeão colombiano.

A equipe dirigida pelo técnico Fábio Carille vem em uma sequência de seis jogos de invencibilidade na temporada, mas o ataque vem deixando a desejar. Foram três empates e três vitórias no período, mas a rede dos adversários balançou apenas sete vezes no período.

Apesar dessa dificuldade, tudo indica que Carille manterá o atual campeão brasileiro no 4-4-2, com Clayson e Romero à frente. O lateral Fagner, convocado para os amistosos da seleção brasileira contra Rússia e Alemanha, também tem presença confirmada. Os desfalques são o volante Renê Junior e o meia Marquinhos Gabriel, ambos lesionados.

"A marca do Corinthians é ter uma defesa sólida, mas temos que melhorar a cada dia", disse o treinador corintiano em entrevista coletiva após a vitória sobre o Botafogo-SP no último domingo.

A delegação do Lara chegou a São Paulo no domingo durante a noite depois de dez horas de um voo com escala no Panamá e iniciou os treinamentos em solo brasileiro no dia seguinte. Após as atividades desta terça-feira, o técnico Leonardo González se mostrou animado e feliz por poder jogar na Arena Corinthians, palco da partida de abertura da última Copa do Mundo, em que o Brasil venceu a Croácia por 3 a 1.

"É algo histórico para nós", disse González, que se mostrou confiante depois do triunfo sobre Independente, pelo que provavelmente repetirá a formação inicial da partida diante do 'Rojo'.


Prováveis escalações:.

Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Maycon; Gabriel Mateus Vital, Rodriguinho e Jadson; Clayson e Romero. Técnico: Fábio Carille.

Deportivo Lara: Salazar; Aponte, Pernía, Chaurant e Mendoza; Andreutti e Sierra; Reyes, Soto e Ramírez; Falcón. Técnico: Leonardo González.

Árbitro: Raúl Orozco (Bolívia), auxiliado pelos compatriotas Edwar Saavedra e Reluy Vallejos.

Estádio: Arena Corinthians, em São Paulo. EFE


Leia também