Cascardo deixa o Botafogo após 50 minutos jogados em oito meses; Luiz Otávio também sai

·1 minuto de leitura


O elenco do Botafogo teve duas baixas. Gustavo Cascardo e Luiz Otávio não são mais jogadores do Alvinegro a partir desta terça-feira. O contrato da dupla acabou no dia 31 de maio e o clube resolveu não estender os respectivos vínculos, liberando-os.

+ Ao L!, fundador do Footure comemora acerto com Botafogo e explica metodologia, visão e dados utilizados

Cascardo teve uma passagem praticamente fantasma pelo Botafogo. Anunciado como reforço no dia 25 de setembro do ano passado, o lateral-direito entrou em campo apenas na derrota por 2 a 1 diante do Santos, no dia 17 de janeiro. Na Vila Belmiro, entrou após o intervalo e atuou por 50 minutos - os únicos que fez com a camisa do Alvinegro.

Ao todo, foi relacionado para nove partidas, mas saiu do banco apenas contra o Peixe. O lateral-direito demorou um mês para ser envolvido em um jogo por ter chegado com uma fadiga muscular. No começo da atual temporada, foi avisado que não seria aproveitado pelo treinador Marcelo Chamusca.

Luiz Otávio, por sua vez, esteve no Botafogo desde o começo do ano passado. Apresentado durante a pré-temporada, o meio-campista nunca conseguiu uma sequência de atuações positivas como titular. Na campanha do rebaixamento à Série B, foi reserva na maior parte do tempo.

O primeiro contrato do atleta com o Alvinegro acabou após o Brasileirão, mas a diretoria renovou até o fim de maio, dando uma chance para ele se mostrar no Campeonato Carioca. A continuidade, contudo, não será conquistada: Luiz Otávio será devolvido à Tombense, equipe que detém os direitos econômicos. Pelo Glorioso, fez 31 partidas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos