Casas de apostas colocam Brasil como o favorito da Copa

Valores das cotações para as favoritas à Copa do Mundo do Catar (Reprodução/Luckbox)

O Brasil é o principal favorito ao título na Copa do Mundo do Catar. Pelo menos para as casas de apostas que atuam no país. Em geral, o título da seleção de Tite paga R$ 5 para cada R$ 1 apostado. Na sequência, aparecem pela ordem Argentina, França e Inglaterra (ver a relação das favoritas na imagem).

Maior campeão do mundo, dono de uma das defesas mais sólidas e única seleção com nove atacantes convocados, o Brasil tem 20% de chance de título para a Luckbox, uma das casas de apostas esportivas com cobertura especial para o Mundial. Na 1xBet, a odd para o hexa é ainda menor: R$ 4,50 para cada real apostado.

Leia também:

Um dos mais respeitados do trader esportivo no Brasil, Ricardo Santos, da Full Trader (@fulltrader), concorda com o favoritismo atribuído a Brasil e Argentina, mas não demonstra tanta confiança no sucesso dos Blues depois dos cortes de Benzema, Pogba, Kante... "Por todos os problemas recentes, a França já não está mais no meu hall de times que brigam pelo título".

Então, é hora de apostar todas as suas economias no hexa? Para Ricardo, não! "Por ser um torneio de tiro curo, a Copa do Mundo tem a influência da sorte e isso se reflete na vida do apostador. Então, é preciso analisar de uma maneira diferente da massa, que sempre vai colocar mais dinheiro e acreditar em Brasil, Argentina e França, os superfavoritos", analisa.

E é aí que vem a dica importante: "Na imensa maioria das vezes, o dinheiro de verdade nas apostas esportivas não está entre esses candidatos. É muito mais difícil para as casas de apostas precificar seleções como Dinamarca e Sérvia", explica Ricardo, enxergando bastante valor em apostas para Dinamarca, Holanda, Portugal e Inglaterra.

"A primeira aposta que eu faria, por valor e não por adivinhação, é na Dinamarca", sugere o trader, lembrando da odd de 28,75 pelo título da seleção de Eriksen e companhia. "A Dinamarca tem uma probabilidade alta de terminar em primeiro do grupo da França e, se isso acontecer, provavelmente pega o México nas oitavas, com um caminho mais fácil para as quartas de final. Chegando nessa fase, a cotação da Dinamarca vai cair muito, e aí a gente já pode sair dessa aposta, valorizando demais a posição".

"A Holanda também tem enorme chance de chegar às quartas de final, podendo ter também uma queda nas cotações, deixando um valor para o Back Holanda. Também acho vejo Portugal dessa mesma maneira, assim como a Inglaterra", acrescenta Ricardo.

A hora de apostar no campeão, para o especialista, é mais pra frente: "A partir das quartas, a gente vai ter uma possibilidade melhor de trabalhar... e as cotações do Brasil campeão não vão diminuir tanto em relação aos R$ 5 atuais", completa o trader, que ainda dá outro conselho: "Sempre prefira apostar ao vivo, ou seja, enquanto assiste aos jogos. Assim, fica mais fácil entender o que pode acontecer".