Casagrande diz que Palmeiras de Abel merece mais 'valorização e respeito' do que Flamengo de 2019

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Casagrande criticou falta de posicionamento político de jogadores (Reprodução/Globoplay)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Flamengo e Palmeiras vem protagonizando uma forte rivalidade nos últimos anos e, frequentemente, os times são comparados em debates esportivos. Durante o programa "Seleção SporTV" desta quinta-feira (04/05), Casagrande afirmou que o time de Abel Ferreira merece mais respeito e valorização do que a equipe comandada por Jorge Jesus em 2019.

O comentarista analisou a publicação de Ademir da Guia nas redes sociais dizendo que essa era a terceira geração da academia do Palmeiras. Casagrande criticou a comparação e afirmou que não existia o mesmo discurso na época de Jorge Jesus no Flamengo.

+ Ademir da Guia publica 'meme' nas redes e se rende a Raphael Veiga e Dudu: 'Terceira Academia'

- Eu vou entrar na discussão com uma comparação recente. O Flamengo de 2019 foi espetacular. Todo mundo comparou com o Flamengo de 81 que ganhou do Liverpool. Qual foi o melhor, fazer uma seleção dos dois... E todo mundo aceitou a discussão daquele time de 2019 por ser o Flamengo. Por que não ter a mesma visão com esse Palmeiras que ganhou mais do que o Flamengo? O Flamengo foi um ano só com o Jorge Jesus, o Abel já está há dois anos fazendo a mesma coisa, ganhando, em má evolução. O Abel montou um time que dá espetáculo, que tem bons jogadores, até chegar o ponto que o maior ídolo falar que esse time de hoje pode chegar na mesma prateleira da década de 60 - disse o ex-jogador.

Casagrande ainda ressaltou que Abel Ferreira não abriu mão do trabalho no Palmeiras mesmo com as críticas.

- Agora a gente vai ficar discutindo e com o Flamengo não teve discussão. Todo mundo falou: 'É um grande time mesmo, dá pra comparar com 81', que é um time maravilhoso e que se faz musica pro time e foi um ano só e ganhou uma Libertadores. O Palmeiras já ganhou duas e o treinador português, que tem a mesma nacionalidade, não abandonou o time. A imprensa pegando no pé, falando que o time era feio e o cara não largou, ficou trabalhando. Esse treinador merece valorização. Por que foi um cara que chegou e não largou - afirmou Casagrande.

O comentarista concluiu dizendo que o trabalho de Jorge Jesus no Flamengo não houve uma contraprova porque o português deixou o Brasil antes que o time pudesse oscilar.

- Eu discuto mesmo o trabalho do Jorge Jesus até sentado com ele, mas eu não tenho contraprova. Não teve contraprova no trabalho do Jorge Jesus, no do Abel teve. Passou por tormentas e agora está com um time que joga pra cacete, é o melhor time da América do Sul, bicampeão da Libertadores, amassa qualquer um que é menor que ele e em São Paulo amassa os grandes também e ficou mesmo no olho do furacão. Então esse time do Palmeiras e do Abel Ferreira merece mais valorização e respeito que o time de 2019 do Flamengo, que foi espetacular, maravilhoso, amei ver o time jogar, mas foi um ano e o treinador foi embora - concluiu Casagrande.

+ Libertadores: Flamengo tem possibilidade inédita em escalação

Abel Ferreira vai em busca de mais um ano vitorioso sob o comando do Palmeiras e o Flamengo tenta se reerguer com a chegada de Paulo Souza. Ambos os times possuem grandes ambições e buscam ser competitivos nas competições restantes da temporada.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos