Casagrande defende críticas de Raí ao governo e afirma: 'Ninguém pode querer censurar a fala do outro'


Após as críticas de Raí ao governo de Jair Bolsonaro, que acabaram sendo repreendidas pelo comentarista Caio Ribeiro na última quinta-feira, outro comentarista se manifestou sobre o caso, mas a favor do diretor tricolor.

Casagrande, que é companheiro de Caio Ribeiro na Globo, afirmou que pensa exatamente como Raí e é contra a volta do futebol, defendendo o direito de expressar opiniões sobre qualquer assunto independentemente da profissão.

- Eu penso exatamente como o Raí. Sou contra a volta do futebol, neste momento. Todos os dias, as mortes aumentam no país. É um absurdo pensar nisso. Já falei diversas vezes sobre esse assunto. Numa democracia, todas as pessoas podem e devem expressar suas opiniões sobre qualquer assunto, independentemente da sua profissão - afirmou em seu Instagram.

O ídolo do Corinthians também afirmou que Raí representou muito bem seu irmão Sócrates, que jogou junto do comentarista e, juntos, participaram da Revolução Corinthiana nos anos 80 contra o regime militar da época no país.

- Representou com orgulho o irmão Sócrates. Ninguém pode querer censurar a fala do outro e determinar qual o assunto que se pode falar. Isso, no meu entender, é antidemocrático. Enfim, o Raí representou com orgulho o seu irmão, Sócrates (Magrão) e não tenho dúvidas de que ele falaria as mesmas coisas. Cobra-se muito, das pessoas do futebol, a falta de participação e de opinião. O Raí é um dos poucos que se posicionou. Parabéns, Raí! Você seria um grande companheiro na Democracia Corinthiana. Antes de qualquer polêmica, deveríamos nos unir e ser mais solidários, nesse momento tão crítico pelo qual passa a humanidade - finalizou.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também