Casagrande critica 'Superliga Europeia': 'Comportamento preconceituoso'

LANCE!
·1 minuto de leitura

Em suas redes sociais, Casagrande criticou a possível criação da Superliga europeia. O ex-atleta disse que este campeonato estaria "pisando na história do futebol europeu" e que isso é um reflexo do mundo atual. Para o comentarista, isto é culpa dos dirigentes que estão dividindo o futebol europeu de maneira preconceituosa. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

- Os 12 times mais ricos do futebol mundial querem criar uma Superliga. Essa é a cara do mundo hoje. Presidentes que não pensam no futebol, e prentendem separar preconceituosamente os times da Europa. Aqueles que são mais ricos e tem mais títulos, participam e os outros não - avaliou o comentarista. 

Leia mais:

- Isso é pisar na história do Futebol Europeu, pois há times que sonham em se classificar para a Liga dos Campeões, pelo menos uma vez para que possam enfrentar os grandes times com grandes jogadores. Essa Superliga acaba com esse sonho. Sempre fui fã do Bayern de Munique e do futebol alemão, agora muito mais, uma vez que são contra a criação da Superliga da Europa - continuou o ex-atleta. 

- O que machuca não é só a criação da Superliga, mas ver que muitas pessoas, espalhadas pelo mundo, principalmente no Brasil, pensam dessa maneira. É um comportamento sem empatia e preconceituoso, tornando o futebol, o esporte do povo, no esporte da Burguesia - concluiu Casagrande

Veja abaixo a publicação original: 

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.