CAS rejeita recurso da LaLiga contra participação de jogadores nas eliminatórias da Copa do Mundo

·1 minuto de leitura

MADRI (Reuters) - Os clubes do Campeonato Espanhol serão obrigados a liberar seus jogadores para as eliminatórias sul-americanas da Copa do Mundo em setembro, após decisão da Corte Arbitral do Esporte (CAS) neste domingo.

A LaLiga entrou com recurso contra a prorrogação de dois dias da Fifa para a janela das eliminatórias, pois isso significaria que os jogadores que participassem das partidas por suas seleções não poderiam jogar pelo clubes na retomada do futebol na Espanha, em 11 de setembro.

A Fifa anunciou no início deste mês que as partidas adiadas em março devido à pandemia da Covid-19 seriam disputadas em setembro e outubro, e estendeu a janela internacional da Conmebol por dois dias, até 10 de setembro. A entidade citou as viagens longas e a segurança dos jogadores como motivos para a prorrogação.

Real Madrid, Barcelona, Sevilla e Atlético de Madri têm jogos do campeonato agendados 24 horas depois, e a LaLiga anunciou na quinta-feira que em uma reunião com todas as equipes interessadas foi acordado não liberar os atletas para jogos das seleções.

(Richard Martin)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos