Universidade do Cartola: raio-x de erros e acertos da 31ª rodada

Yahoo Esportes
Geral escalou Gabigol, Cebolinha e BH, mas se deu bem quem lembrou do Sasha, um dos mitos da rodada (Reuters)
Geral escalou Gabigol, Cebolinha e BH, mas se deu bem quem lembrou do Sasha, um dos mitos da rodada (Reuters)


Por Caíque Toledo

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Alô cartoleiro, boa sexta! Chegamos ao fim de uma rodada complicado, que, tirando uma mitada aqui e outra ali, em especial foi de pontuações baixas, com poucos SG e o pessoal do ataque decepcionando.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Claro que te faz tentar pensar um pouco fora da caixa também, mas, não se esqueça que é sempre um risco: numa dessas, você não escala fulano num jogo fácil e ele faz  cinco gols. Difícil.

Leia também:

Mas, chega de papo. Vamos rapidinho analisar erros e acertos deste meio de semana, e já se preparar pra sabadão: nossas dicas chegam de manhã e o mercado fecha à tarde, às 15h. 

Vamo que vamo!

Além de três defesas difíceis, fato curioso: Cleiton deu assistência para o segundo gol do Galo e ganhou cinco pontinhos (Reuters)
Além de três defesas difíceis, fato curioso: Cleiton deu assistência para o segundo gol do Galo e ganhou cinco pontinhos (Reuters)

Goleiros

A rodada dos camisas 1. Os três maiores pontuadores da rodada foram goleiros, e cada um por um ‘motivo’ diferente. Se liga: Fábio e Tadeu brilharam com 19.7pts. Mas, enquanto o cruzeirense teve seu saldo de gol intacto (não tirando o mérito de suas cinco defesas difíceis), o arqueiro do Goiás chegou a levar dois gols. Ou seja, pontuou tão alto fazendo incríveis oito (OITO!) defesas difíceis na partida. Não é a maior pontuação de um goleiro na história do Fantasy (o posto ainda é de Douglas, com absurdos 33pts em um jogo de 2017), mas provavelmente é quem mais teve DDs em um só jogo. Surreal.

Além dos dois, também tivemos Cleiton. O goleiro do Galo uniu seu SG com duas 3DD, mas o curioso veio já no fim da partida. Com um chutão para frente, a bola sobrou para Bruninho marcar o gol: ou seja, cinco pontos para o arqueiro.

Mas, se você não deu sorte de escalar uma dessas três mitadas, talvez tenha passado um pouco de raiva. Douglas tinha tudo para mitar, mas sofreu gol da Chape no empate do Bahia e negativou. Volpi, ainda pior, levou dois gols e fez péssimos -4.6pts. E Paulo Vitor, com uma só defesa difícil e sem saldo, fez apenas 1pt. Dia difícil. 

Melhores pontuadores da rodada: Fábio (Cruzeiro, x Atlhetico fora de casa) e Tadeu (Goiás, x Atlético-MG fora de casa) com 19.7pts; Cleiton (Atlético-MG, 19.5pts x Goiás em casa) e Diogo Silva (Ceará, 11.2pts x Internacional em casa)

Atuação de Cuesta precisa ser emoldurada: mesmo sem saldo de gol, zagueiro do Inter bateu os ótimos 12pts (Reuters)
Atuação de Cuesta precisa ser emoldurada: mesmo sem saldo de gol, zagueiro do Inter bateu os ótimos 12pts (Reuters)

 Zagueiros

Rodada complicada na zaga. Dos principais apostados para a rodada, apenas o Flamengo levou gol, com Rodrigo Caio fazendo uma pontuação aceitável (6.8pts) e Pablo Marí um pouco abaixo (4.2pts).

O problema foi que praticamente todo mundo escolheu escalar a dupla de mitos Geromel e Kannemann. E, se você foi um desses, fique tranquilo: era o certo a se fazer nessa rodada. O Grêmio era amplo favorito a vencer o CSA em casa, e, mesmo levando gol, muitas vezes esses dois nos entregam pontuações consistentes. Não foi o que aconteceu, e, acreditem: Geromel fez 0.1pt e Kannemann zerou. Péssimo dia para a zaga gremista.

Para se ter uma ideia, aqui vamos destacar a atuação sublime de Victor Cuesta. O argentino do Inter viu seu time perder para o Ceará. Sem saldo de gols, sem pontuação boa? Errado. O zagueirão teve nada mais nada menos que sete roubadas de bola e passou dos 12pts, sendo só superado na rodada por Digão – que teve SG e marcou gol. Prova de que não é só o saldo que pode definir sua escolha por aqui.

Maiores pontuadores da rodada: Digão (Fluminense, 14.5pts x São Paulo fora de casa), Cuesta (Internacional, 12.6pts x Ceará fora de casa) e Luiz Otávio (Ceará, 8.6pts x Internacional em casa).

Um dos destaques do Bahia, Nino Paraíba não precisou do SG para mitar nessa rodada do Cartola (Reuters)
Um dos destaques do Bahia, Nino Paraíba não precisou do SG para mitar nessa rodada do Cartola (Reuters)

Laterais

Com poucos atletas impulsionados pelo saldo de gols, por aqui também foi difícil se dar bem. Méritos totais a quem escolheu Nino Paraíba: o camisa 2 do Bahia brilhou mesmo sem SG e fez 9.9pts entre 6RB, quatro faltas sofridas e um chute para fora. Entre os ‘escaláveis’ e aqui das nossas dicas, foi a melhor opção.

Os laterais flamenguistas também seriam boas apostas, e até indicamos Filipe Luís, mas, mais uma vez, fomos trollados por Jorge Jesus: o treinador português deixou o craque no banco, afundando vários times por aí. O titular da partida, Renê, fez bons 8pts e, se fosse confirmado, também seria uma sugestão nossa. 

Nos demais, destaque para Jorge, Cortez e Reinaldo, que, mesmo vendo seus times levarem gols em suas respectivas partidas, conseguiram fazer seus pontinhos. Nada demais, mas, convenhamos, pra uma rodada dessa está de bom tamanho.

Maiores pontuadores da rodada: Bruno Melo (Fortaleza, 12.5pts x Corinthians fora de casa), Samuel Xavier (Ceará, 11.6pts x Internacional em casa) e Dodô (Cruzeiro, 11.1pts x Athletico fora de casa).

Sinônimo de cartoleiro: Otero abusou dos chutes e, na gíria cartoleira, fez 11pts “sem nada”. Mito é mito (Reuters)
Sinônimo de cartoleiro: Otero abusou dos chutes e, na gíria cartoleira, fez 11pts “sem nada”. Mito é mito (Reuters)

Meias

Primeiro vamos falar de coisa ruim: Arrascaeta foi poupado e nem entrou em campo pelo Flamengo. E, com a nossa tendência da rodada, ou iria muito bem ou faria pouquíssimos pontos. Digo isso porque duas de nossas dúvidas brilharam, mas duas decepcionaram: o santista Carlos Sánchez não passou dos 2.7pts contra o Avaí, enquanto o gremista Alisson ficou em 2.8pts diante do CSA.

Mas sempre tem coisa boa, né? Primeiro, Pedrinho: a jóia corintiana ajudou a comandar a vitória no primeiro jogo após a demissão de Carille, e, com uma assistência, fez 14pts e foi o maior pontuador da rodada.

Mas bom mesmo foi Otero: ele até pontuou menos que Pedrinho, fazendo 11.2pts, mas fez tudo isso sem nenhum scout grande (gol ou assistência). Foi na galgada, mesmo, chutando de tudo quanto é lado e sofrendo falta adoidado. Há de se valorizar.

Maiores pontuadores da rodada: Pedrinho (Corinthians, 14pts x Fortaleza em casa), Otero (Atlético-MG, 11.2pts x Goiás em casa) e Marco Antônio (Bahia, 10.5pts x Chapecoense em casa)

Carille saiu, Boselli sorriu? Contra o Fortaleza, o argentino guardou dois, ajudando o Corinthians e também quem o escalou (Reuters)
Carille saiu, Boselli sorriu? Contra o Fortaleza, o argentino guardou dois, ajudando o Corinthians e também quem o escalou (Reuters)

Atacantes

No ataque não tinha segredo: 99% dos jogadores que se prezam tinham Everton Cebolinha (6.2pts), Bruno Henrique (6.9pts) e Gabigol (3.5pts) no time. Pontuações apenas regulares, sem nenhum brilho. 

Então, convenhamos, parabéns se você pensou fora da caixa e se encheu de coragem para escalar Boselli, Sasha, Marinho, Tardelli, enfim. Tiramos a lição de que, claro, é difícil acertar que os três craques ali em cima irão bem toda rodada, e, principalmente, juntos. E aí vai da sua maneira de jogar: quer os escalar sempre para garantir a média e estar pronto para uma mitada, ou escolher os jogos certos. 

Mas isso é assunto pra post solo depois. O importante é você definir sua estratégia, e não ficar mudando de última hora ou influenciado. 

Maiores pontuadores da rodada: Boselli (Corinthians, 17.2pts x Fortaleza em casa), Eduardo Sasha (Santos, 16.1pts x Avaí fora de casa) e Kieza (Fortaleza, 12.7pts x Corinthians fora de casa)

* Caíque Toledo é jornalista, trabalha diretamente com futebol desde 2015 e joga Cartola desde 2006, ficando duas vezes no Top100 e com melhor desempenho em 23º na liga nacional em 2013. Faz parte do projeto da Universidade do Cartola, o @universidadedocartola no Instagram.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Leia também