Universidade do Cartola: raio-x de erros e acertos da 27ª rodada

Vitória maiúscula do Vasco no Beira-Rio teve Fernando Miguel como protagonista: goleirão foi o craque da rodada do Cartola (Agif)
Vitória maiúscula do Vasco no Beira-Rio teve Fernando Miguel como protagonista: goleirão foi o craque da rodada do Cartola (Agif)

Por Caíque Toledo

Salve, cartoleiros! Chegamos ao fim de mais uma rodada do nosso fantasy, e, dessa vez, fica a impressão de muitos altos e baixos após esta segunda-feira.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

Apesar do favorito Internacional ter perdido em casa e do São Paulo não ter brilhado mesmo com vitória, alguns jogadores pontuais tiveram pontuações boas – vale destacar, também, mais uma vitória do Flamengo. Parece ser daquelas rodadas que, se você acertou o capitão, se deu bem.

Leia também:

Vamos conferir o que deu certo e o que deu errado na rodada? Ah, e lá vem um descanso: enquanto o Brasil para ao assistir quem entre Flamengo e Grêmio vai para a grande final da Libertadores, a gente espera sábado para mais uma rodada do nosso Cartola. Vamos em frente!

O Avaí teve pouquíssimas chegadas ao ataque contra o São Paulo, e nenhuma delas exigiu grande intervenção de Volpi: cinco pontos sem lá muitos sustos (Agif)
O Avaí teve pouquíssimas chegadas ao ataque contra o São Paulo, e nenhuma delas exigiu grande intervenção de Volpi: cinco pontos sem lá muitos sustos (Agif)

Goleiros

Aqui, nossa aposta favorita foi, como de costume, Douglas. Apesar de ter perdido em casa, o goleiro do Bahia teve 3 DDs (Defesas Difíceis) – poderia ser até mais, já que algumas foram retiradas pelo próprio Cartola. A expectativa aqui era uma pontuação maior, mas, diante das circunstâncias, não vamos reclamar.

Indicamos também Volpi e Gatito: o são-paulino não foi exigido e fez apenas os justos 5pts de seu SG (Saldo de Gol), enquanto o botafoguense fez apenas 1 ponto.

Vamos destacar o arqueiro Fernando Miguel: o camisa 1 do Vasco foi o grande responsável pela grande vitória cruz-maltina contra o Internacional, e, com 5 DDs, alcançou incríveis 20pts. Duro era escalar, né?

Maiores pontuadores da rodada: Fernando Miguel (Vasco, 20pts x Internacional fora de casa), Diego Alves (Flamengo, 14pts x Fluminense neutro) e Cleiton (Atlético-MG, 8.1pts x Santos em casa)

Nós apostamos em Bruno Alves, mas foi o equatoriano Arboleda quem garantiu a vitória são-paulina contra o Avaí nesta rodada (Agif)
Nós apostamos em Bruno Alves, mas foi o equatoriano Arboleda quem garantiu a vitória são-paulina contra o Avaí nesta rodada (Agif)

Zagueiros

Vamos por partes: primeiro que Victor Cuesta é impressionante. Mesmo sem saldo de gol, o zagueiro do Inter brilhou com 6 RBs (Roubadas de Bola) e três finalizações, e alcançou 10.6pts. Esse era obrigação escalar.

Por aqui também indicamos Rodrigo Caio, que mais uma vez fez uma partida bastante segura pelo Flamengo e alcançou a boa pontuação de 7.3pts. Por outro lado, Juninho nos decepcionou e negativou 0.7pts na derrota em casa para o Bahia.

Agora uma breve situação: não há nada pior no Cartola do que ficar em dúvida entre dois jogadores do mesmo time e errar. Foi nosso caso com o São Paulo: Bruno Alves tinha melhor média e foi nossa aposta, mas foi Arboleda que testou firme para marcar o gol da vitória tricolor no Morumbi.

Falando em gol, há de se destacar: além do equatoriano, os outros três maiores pontuadores da rodada marcaram gols. Bola parada ganha jogos no futebol e no Cartola.

Maiores pontuadores da rodada: Luiz Otávio (Ceará, 18pts x Bahia fora de casa), Leonardo Silva (Atlético-MG, 13.9pts x Santos em casa) e Arboleda (São Paulo, 13pts x Avaí em casa)

Jogando em sua posição de origem, Dani Alves fez possivelmente seu melhor jogo pelo São Paulo (e nos ajudou no Cartola também) - Agif
Jogando em sua posição de origem, Dani Alves fez possivelmente seu melhor jogo pelo São Paulo (e nos ajudou no Cartola também) - Agif

Laterais


Nossa primeira sugestão era Daniel Alves, que não decepcionou. Além do saldo de gol, o camisa 10 são-paulino deu a assistência do único gol no Morumbi, e, jogando na lateral, sua posição de origem, teve uma de suas melhores atuações desde sua volta ao Brasil. Essa todo mundo pegou, né?

Agora, uma questão difícil. Nossa segunda vaga era de Renê, que normalmente tem pontuações sólidas pelo Flamengo. A questão é que o camisa 6 começou no banco de reservas, já que Filipe Luís retornou de lesão. Do outro lado, curiosidade: Rodinei fez uma partida incrível e foi o maior pontuador da rodada.

Indicamos também Zeca e Fagner como possíveis opções para garantir o SG, mas ‘deu ruim’, com os dois times levando gols. Menos mal que o corintiano foi às redes e garantiu uma pontuação aceitável.

Maiores pontuadores da rodada: Rodinei (Flamengo, 13pts x Fluminense neutro), Daniel Alves (São Paulo, 11.7pts x Avaí em casa) e Guga (Atlético-MG, 9.5pts x Santos em casa)

Cada rodada é um meia diferente do Flamengo que brilha no Cartola: está chegando a hora de escalar todos? (Agif)
Cada rodada é um meia diferente do Flamengo que brilha no Cartola: está chegando a hora de escalar todos? (Agif)

Meias


Rodada complicadíssima por aqui. Continua difícil aceitar o melhor meia flamenguista, já que toda rodada é um diferente que vai bem. Não vai demorar para escalarmos todos e tentar garantir uns pontinhos com uma estratégia diferente.

Por exemplo, nessa rodada fomos de Everton Ribeiro, que foi mal, em detrimento de Gerson, o maior pontuador da rodada. O craque da camisa 8 brilhou no clássico contra o Fluminense e marcou o segundo gol na vitória.

De nossas outras apostas, Patrick também foi uma decepção. O meia do Internacional até fazia uma partida adequada, mas levou cartão amarelo bem no fim do jogo: apenas 3.8pts.

João Paulo do Botafogo fez 4.5pts e, diante da rodada ruim, não foi de todo mal. Leo Sena normalmente é bem regular mas nessa não brilhou, e quem realmente criou problemas em muitos times foi Élber: o meia do Bahia conseguiu negativar e gerar um buraco no nosso meio-campo que já estava sofrido. Dureza.

Maiores pontuadores da rodada: Gerson (Flamengo, 10.8pts x Fluminense neutro), Otero (Atlético-MG, 10.5pts x Santos em casa) e Éderson (Cruzeiro, 8.6pts x Corinthians fora de casa)

Quem gosta de superstição se deu bem: chamado de Rei dos Clássicos, Bruno Henrique guardou mais um
Quem gosta de superstição se deu bem: chamado de Rei dos Clássicos, Bruno Henrique guardou mais um

Atacantes


Voltamos ao caso da dificuldade em acertar qual jogador de determinado time vai mitar. Aqui era natural escalar os dois, mas o problema era: quem seria o capitão? Se deu bem quem escolheu Bruno Henrique, que marcou um dos gols da vitória do Flamengo e brilhou no clássico. Já quem preferiu Gabigol, se decepcionou: o artilheiro do campeonato não foi às redes e fez apenas 2.9pts. Ah se tivessem marcado aquele pênalti...

Aliás, acertar o resto também foi difícil. Pato perdeu um gol incrível no Morumbi e foi mal mesmo jogando contra o Avaí, enquanto Gilberto pouquíssimo fez diante do Ceará. Quem teve coragem de apostar em Guerrero também não tem o que comemorar, apesar de ter ido um pouquinho melhor. Rodadinha complicada.

Maiores pontuadores da rodada: Wellington Paulista (Fortaleza, 14.7pts x Grêmio em casa), Bruno Henrique (Flamengo, 14.5pts x Fluminense neutro) e Marrony (Vasco, 12pts x Internacional fora de casa)

* Caíque Toledo é jornalista, trabalha diretamente com futebol desde 2015 e joga Cartola desde 2006, ficando duas vezes no Top100 e com melhor desempenho em 23º na liga nacional em 2013. Faz parte do projeto da Universidade do Cartola, o @universidadedocartola no Instagram.

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos