Carro com três jogadores do Vitória é atingido por tiro após Ba-Vi

Horas depois do primeiro Ba-Vi pela semifinal da Copa do Nordeste, nesta quinta-feira, alguns jogadores do Vitória foram alvejados enquanto estavam dentro de um mesmo carro, passando pela rua Mocambo, no Trobogy, sentido Avenida Luis Viana, em Salvador (BA), como informou o clube. Apesar do grande susto, ninguém se feriu.

O relógio marcava 23h38 (de Brasília) quando os jogadores Wallace (ao volante), Flávio e Rafaelson, acompanhados de um amigo, passavam por uma lombada no local. Na lombada anterior, em fluxo normal de trânsito, um carro parou e uma pessoa saltou para proferir dois tiros em direção ao veículo dos atletas. O segundo disparo perfurou os dois vidros, dianteiro e traseiro, mas, felizmente, varou o carro sem atingir nenhum dos passageiros. Wallace, assustado, acelerou e os atiradores não os perseguiram.

Ciente do caso, o clube acionou seu Departamento Jurídico e o advogado Tárcio Costa acompanhou os jogadores até à 10ª Delegacia de Polícia, em Pau da Lima, para que a ocorrência fosse registrada. Além disso, o Leão informou, em nota oficial, que o delegado José Clodoaldo da Silva Lima irá ao encontro dos envolvidos, na próxima semana, para ouvir suas versões.

No final do comunicado, o Vitória reiterou a posição de que a violência nas ruas é uma questão complexa e que não depende de quem está nas arquibancadas de um clássico – declaração muito influenciada pela decisão judicial de permitir apenas uma torcida, no caso a da equipe mandante, nestes dérbis.