Carreira, imitações, humor e futebol: Magno Navarro abre o jogo ao L!

Tadeu Rocha e Rodrigo Souza
LANCE!


De Gerson "Canhotinha de Ouro" a Renato Gaúcho, passando por Paulo Vinícius Coelho e Alex Escobar, o ator, comediante e também influenciador da Copa do Brasil, Magno Navarro chamou atenção do público por suas imitações de personalidades do esporte. Ele foi o convidado do programa "De casa com o L!" desta quinta-feira e conversou sobre a sua carreira, projetos e a relação com o futebol.

Na trajetória até o sucesso com imitações de personalidades do esporte no perfil da Copa do Brasil, o comediante teve experiências no teatro com peça infantil e se aventurou no stand-up. Mas foi a ida para o rádio que a vida de Magno Navarro começou a mudar e surgiu a relação com o futebol.

- Ainda é muito louco de lidar. Foi tudo natural. Em 2013, comecei no teatro e decidi que queria viver de arte. Fazia tudo da parte cômica, sempre fui muito engraçado. Fiz teatro infantil. Em 2015, comecei a me mostrar e passei a fazer stand-up - contou Magno, que lembrou quando começou a relação com o futebol.

- Foi na rádio que comecei a achar o público do futebol. No ano passado, a outra emissora de rádio que trabalhava me mandou embora. Depois quando voltei de uma viagem, fiz um trabalho no Fluminense. Pediram para imitar o Alex Escobar apresentando Thiago Neves e Diego Souza, e foi quando me aproximei com o pessoal da Copa do Brasil, que estava interessado em fazer novos conteúdos para os perfis, em pré-jogo e pós-jogo. Deu muito certo - lembrou.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio


Além de ator e influenciador, Magno Navarro é formado em jornalismo. Ele chegou a trabalhar na área como estagiário, mas confessa que desanimou de seguir a profissão durante o curso. Mesmo já formado, ele prefere seguir vivendo da arte.

- Fiz faculdade de jornalismo e cheguei a atuar na área com estádio. Fiz muitas coisas aleatórias na minha vida até realmente ser um cara que se comunica através da arte. No meio da faculdade, tinha dado uma desanimada e descobri que em algum momento seguiria a área artística. Me formei e isso me ajuda até hoje, mas quero continuar me estabelecendo como um cara que trabalha com arte e humor - afirmou.

Magno Navarro também teve experiência na TV. Ele já participou do "Tudo Pela Audiência" (2015), "Prêmio Multishow de Humor" (2016) e "Fábrica de Talentos" (2018), ambos programas do Multishow, além dos quadros "Quem Chega Lá" do Domingão do Faustão (2017) e "The Fake Brasil" (2019), do Marcelo Adnet, onde foi finalista. Adnet, inclusive, é sua maior referência.

- Sou um fã número 1 do Adnet. Quando conheci o 15 minutos, da antiga MTV. Quando eu tive contato com a MTV, fiquei apaixonado no trabalho e na pessoa. É um artista completo. Gosto muito do Fábio Porchat e Rafinha Bastos. Tem o Paulinho Serra que deu um levante na comédia do Rio de Janeiro também - disse.







Magno Navarro
Magno Navarro

Magno Navarro é fã do Gerson 'Canhotinha' (Foto: Reprodução)

Imitações

Uma das principais imitações do comediante é o ex-jogador tricampeão do mundo Gerson, o 'Canhotinha de Ouro'. O ídolo do Fluminense e Botafogo é conhecido, principalmente, por seus comentários críticos, mas também pelo carisma dentro da própria crítica.

Com a suspensão dos campeonatos durante a pandemia do coronavírus, o comediante precisou inovar. Com a alta do BBB 20 e a interação do público do futebol com o programa, Magno Navarro criou um quadro semanal usando a imitação do 'Canhotinha de Ouro' para analisar o programa.

- Sou muito fã do Canhotinha (Gerson). A imitação fez um sucesso do cacete. Pensei em fazer o mesmo formato da análise dos jogos analisando o BBB e virou um quadro fixo das minhas redes. O pessoal ficou boladão quando acabou o programa. Mas o Gerson vai voltar. Já que não tem futebol, vamos comentar outra coisa - revelou.

Apesar do sucesso com as imitações de Paulo Vinícius Coelho, Alex Escobar, Gerson, Renato Gaúcho, Abel Braga, entre outros, uma "crítica" em particular deixou Magno chateado. O comediante fez uma imitação do narrador Milton Leite, mas recebeu um "fraco" como resposta.

- Teve um seguidor que marcou o Milton Leite e perguntou o que ele tinha achado. Ele só colocou assim: "Fraco". Na hora a gente fica chateado, mas faz parte, depois passa... - contou Magno, que ressaltou que sempre tenta melhorar as imitações.

- Tem uma imitação que eu não acho boa, mas que a galera ama, que é o Pet. No geral, sou 50/50. Ou seja, tenho que agradar a mim e ao público. Então, se as pessoas estão curtindo, eu vou fazendo - explicou.

Paixão pelo Fluminense

Torcedor do Fluminense, Magno Navarro viveu recentemente a experiência de conversar com um dos ídolos do clube. O zagueiro Thiago Silva, atualmente no Paris Saint-Germain, foi convidado para participar de uma live no perfil oficial da Copa do Brasil e foi justamente Magno o responsável pela condução do bate-papo com o ex-tricolor, campeão da competição nacional em 2007.

- Tinha muita coisa sentimental. Eu estava falando de uma forma institucional pelo perfil da Copa do Brasil, mas o coração de torcedor estava lembrando dos detalhes, entrando no estádio com sinalizador... A vida deu várias voltas para ele me contar da campanha (do título do Fluminense na Copa do Brasil de 2007). Foi um dos momentos mais importantes da minha vida. Ele poderia ser lembrado como o cara mais marcante da década de 2000 do Fluminense, antes de tudo que o Fred fez - destacou.



















Leia também