Carrasco! John Kennedy faz dois, Fluminense vai melhor e vence o Flamengo no Brasileirão

·4 min de leitura


Foi uma noite de festa com a volta de duas torcidas para o Maracanã, mas quem saiu verdadeiramente feliz foi o Fluminense. Neste sábado, o Tricolor venceu o clássico com o Flamengo por 3 a 1. O destaque da partida foi John Kennedy, que marcou duas vezes e fez valer a fama de "carrasco" que vem da base. Abel Hernández completou o placar e Renê descontou em péssima noite do time de Renato Gaúcho.

Com o resultado, o Flu vai a 39 pontos na oitava posição e faz jogo atrasado com o Santos na próxima quarta-feira, às 19h. No mesmo dia o Fla decide a semifinal da Copa do Brasil diante do Athletico-PR, no Maracanã, às 21h30. O Rubro-Negro é o terceiro, ultrapassado pelo Fortaleza, com 46 a 48 pontos. O Galo tem 56.

Veja a tabela do Brasileirão

​OS MOLEQUES DE XERÉM

O início do clássico foi agitado. O Flamengo, naturalmente, buscou mais a posse de bola e criou duas grandes oportunidades já nos primeiros minutos. Matheuzinho colocou uma bola no travessão aos seis minutos, enquanto Michael forçou defesa de Marcos Felipe. No entanto, foi o Tricolor quem balançou a rede. Aos 16, o Fluminense roubou a bola na defesa e trocou passes avançando pela esquerda. John Kennedy recebeu nas costas de Renê e finalizou. Diego Alves até defendeu, mas o garoto marcou no rebote.

FLU MELHOR

Com uma posse pouco produtiva, o Flamengo teve dificuldades para chegar. Com os laterais travados pela boa atuação dos pontas do Fluminense e o meio sem criatividade, o Rubro-Negro assustou pouco. Do outro lado, o Fluminense foi mais objetivo nos contra-ataques e demonstrou mais vontade, ganhando as divididas e se aproveitando dos muitos erros do adversário.

MELHOROU

Na segunda etapa, Renato Gaúcho optou por sacar Diego e colocar Vitinho, o que deu mais dinâmica ao ataque do Flamengo nos primeiros minutos após o intervalo. Já Marcão não mudou a equipe e viu o Fluminense recuar para impedir as chegadas do Fla, mas quem não faz...

MAS DEU FLU

Foi o Fluminense quem novamente chegou ao gol praticamente na primeira vez que passou do meio-campo. Aos 15 minutos, Luiz Henrique chamou Renê para dançar na esquerda, passou como quis e achou novamente John Kennedy, que fez o segundo dele na partida e o quarto na temporada pelo profissional.

TUDO ABERTO


Depois do gol, o Fluminense fez muita pressão e Yago Felipe perdeu uma chance claríssima que poderia matar a partida. Na sequência, porém, aos 25 minutos, Renê tentou chutar de fora da área, a bola ficou na defesa no meio do caminho e o próprio lateral chegou com força para diminuir e colocar mais fogo no jogo.

A FESTA É TRICOLOR

O jogo seguiu aberto para os dois lados e os treinadores foram promovendo mudanças para tentar concretizar seus objetivos, mas foi Marcão quem teve o movimento certeiro. Pouco depois de entrar, Abel Hernández matou o jogo para o Fluminense aos 40 minutos. Após ligação direta com o ataque, Gustavo Henrique falhou e o atacante deu uma chapada no ângulo de Diego Alves, fazendo o terceiro do Flu e coroando a péssima noite do Rubro-Negro.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X FLAMENGO

Estádio
: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 23 de outubro de 2021, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (Fifa-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-Fifa-SP)

Gols: John Kennedy (16'/1ºT) (1-0), John Kennedy (15'/2ºT) (2-0), Renê (25'/2ºT) (2-1), Abel Hernández - 40'/2ºT) (3-1)
Cartões amarelos: André, John Kennedy, Samuel Xavier, Abel Hernández, Lucca (FLU), Diego, Everton Ribeiro, Vitinho (FLA)
Cartões vermelhos: -
Público/renda: 9.099 pagantes/10.029 presentes/R$ 477.212,00

FLUMINENSE (Técnico: Marcão)
Marcos Felipe, Samuel Xavier, David Braz, Luccas Claro e Marlon (Danilo Barcelos - 26'/2ºT); André, Yago Felipe e Jhon Arias (Lucca - 26'/2ºT); Caio Paulista (Martinelli - 14'/2ºT), Luiz Henrique (Gustavo Apis - 32'/2ºT) e John Kennedy (Abel Hernández - 32'/2ºT).

FLAMENGO (Técnico: Renato Gaúcho)
Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Renê (Ramon - 39'/2ºT); Diego (Vitinho - intervalo), Thiago Maia, Andreas Pereira (Arão - 39'/2ºT) e Everton Ribeiro; Michael e Vitor Gabriel.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos