'Carrasco' do Inter em 2017, João Paulo relembra fato curioso do título do Gauchão

Futebol Latino
LANCE!


No dia 7 de maio de 2017, o atacante João Paulo entrava para a história do Novo Hamburgo ao conquistar pela primeira vez o título do Campeonato Gaúcho. O jogador, que na época defendia as cores do Noia e hoje está no Caxias, foi um dos destaques da equipe que levantou o caneco em cima do Internacional.

Após o empate na partida de ida por 2 a 2, no Beira-Rio, o Novo Hamburgo venceu o Colorado nas penalidades no Estádio do vale depois do 1 a 1 no tempo regulamentar.

O atacante, que foi responsável por um dos gols no primeiro jogo, ressalta as dificuldades de um clube de menor expressão chegar à final da competição e sair vencedor.

– Fazer gol no Beira-Rio lotado em uma final de Gauchão é uma felicidade inexplicável. Aquele título foi um sonho, ser campeão com um clube pequeno é algo quase impossível de acontecer e a gente foi lá e venceu. É maravilhoso pensar que seu nome está escrito na história do Novo Hamburgo – disse o atacante João Paulo que terminou na vice-artilharia da competição com seis gols.

Campeão sem festa?

Apesar da conquista do Campeonato Gaúcho, o elenco do Novo Hamburgo não teve a oportunidade de comemorar o título com seu torcedor nos arredores da cidade.

O atacante João Paulo relembra que o Corpo de Bombeiros não disponibilizou o caminhão para fazer a famosa carreata pelas ruas e brinca que os bombeiros estavam "tristes" pela derrota.

– Pelo fato deles serem colorados, o Corpo de Bombeiros não disponibilizou o caminhão para gente fazer a carreata (risos). Infelizmente não tivemos a glória de fazer a festa pelas ruas da cidade com os torcedores. Comemoramos no estádio e depois fomos em um restaurante para comemorar. A gente foi o campeão que não teve festa – relembrou.













Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também