Carlos Sánchez evolui nos treinos, mas ainda não tem data para voltar

·1 minuto de leitura


O meia Carlos Sánchez segue em fase final de recuperação da lesão de rompimento do ligamento do joelho esquerdo, que aconteceu em outubro de 2020. O jogador já está liberado pelos médicos do Peixe, mas ainda recupera a parte física para voltar.

Com 36 anos, a comissão técnica do Santos prega cautela pela volta para não forçar de forma desnecessária, e espera pelo menos mais um mês de treinos com bola para voltar a ser relacionado. Treinos na academia também são feitos na semana para que tudo aconteça de forma segura.

Desde a lesão de Sanchez, o ex técnico Cuca testou na posição Jean Mota, Soteldo (improvisado), Arthur Gomes, Lucas Lourenço e Taílson. Nesta temporada, com Ariel Holan, o garoto Gabriel Pirani foi o titular, e após a saída do argentino, o auxiliar Marcelo Fernandes manteve o jogador. Outros meio-campistas como Lucas Barbosa tiveram oportunidades, e Anderson Ceará deve ganhar chances nos próximos jogos.

O uruguaio tem contrato até o meio deste ano e negocia sua renovação com o Peixe. A ideia da diretoria alvinegra é um acordo por produtividade.