Carlisle, ex-técnico do Dallas Mavericks, volta ao Indiana Pacers

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Rick Carlisle no comando do Dallas Mavericks na primeira rodada dos playoffs contra o Los Angeles Clippers
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Depois de 13 temporadas como técnico do Dallas Mavericks, Rick Carlisle vai mais uma vez comandar o Indiana Pacers com um contrato de quatro temporadas, anunciaram a franquia da NBA e meios de comunicação dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

Há uma semana, Carlisle, de 61 anos, deixou o cargo de técnico do Mavericks, franquia que levou ao único anel de sua história em 2011 com um elenco liderado por Dirk Nowitzki.

Depois de perder pelo segundo ano consecutivo na primeira rodada dos playoffs, Carlisle renunciou ao seu contrato de dois anos com o Dallas em meio a relatos de crescente tensão em seu relacionamento com o astro do time, o jovem Luka Doncic.

"Rick é um vencedor comprovado, com um campeonato, e ele será um treinador do Hall of Fame", disse o presidente dos Pacers, Kevin Pritchard, em um comunicado.

"Ele demonstrou ao longo de sua carreira a capacidade de construir com sucesso sustentável", ressaltou. "Ele tem um grande respeito por nossa franquia e nossos torcedores por sua primeira passagem aqui. Estamos muito animados em recebê-lo em Indiana".

De acordo com a ESPN, Carlisle prometeu treinar o Indiana Pacers pelas próximas quatro temporadas em troca de ao menos 29 milhões de dólares. Carlisle já havia sido assistente dos Pacers (1997-2000) sob o comando de Larry Bird e o técnico da equipe de 2003 a 2007, antes de assumir o Mavericks em 2008.

Em um total de 19 temporadas como técnico principal, Carlisle tem um retrospecto de 836 vitórias (15º melhor marca na NBA) e 689 derrotas e foi reconhecido como técnico do ano em 2002, quando dirigia o Detroit Pistons (2001-2003).

No Indiana, ele agora vai substituir Nate Bjorkgren, que ocupou o cargo na equipe em apenas uma temporada, na qual não conseguiu a classificação para os playoffs pela primeira vez desde 2015.

A equipe liderada pelo atacante All-Star, Domantas Sabonis, teve um ano de altos e baixos devido a lesões de jogadores importantes como Myles Turner e Malcolm Brogdon.

Com a escolha de Carlisle pelos Pacers e de Ime Udoka pelo Boston Celtics, outras quatro franquias buscam um treinador: Pelicans, Wizards, Magic e Blazers.

gbv/ol/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos