Afastado, Carlinhos recusa ofertas para sair e vira problema no São Paulo

Jorge Nicola
Carlinhos já foi eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasieirão em 2012
Carlinhos já foi eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasieirão na edição de 2012

Fora dos planos do São Paulo desde o início do ano, o lateral-esquerdo Carlinhos está se tornando um abacaxi para a diretoria descascar. O jogador foi avisado na volta das férias, em 4 de janeiro, que não treinaria com o restante do elenco. Três semanas depois, o Tricolor retornou dos Estados Unidos após a disputa da Florida Cup e Carlinhos segue vinculado ao clube.

Durante o período, ele teve pelo menos três chances para ser negociado. E não deu negócio. “Pelo jeito, vamos ter de pagar parte dos salários do Carlinhos para conseguir emprestá-lo”, lamenta um dirigente tricolor, lembrando que o vencimento do lateral está na casa dos R$ 200 mil.

Eleito o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão de 2012, Carlinhos vai continuar treinando em horários separados do restante do elenco. A decisão de afastá-lo foi tomada pela diretoria e teve a concordância de Rogério Ceni. Detalhe importante: o elenco principal conta apenas com Junior, recém-promovido da base, para o setor. Buffarini tem atuado improvisado na lateral esquerda.

O zagueiro Lucas Kal, o meia Daniel e os atacantes Robson e Pedro também estão treinando longe do elenco principal. Rogério Ceni já elogiou publicamente Kal, mas optou por liberá-lo para empréstimo por causa da alta concorrência no elenco: são seis defensores. Há, inclusive, uma negociação avançada de Kal com um clube brasileiro.

Pedro vive a mesma situação: deve ser emprestado para ganhar mais rodagem. Já Daniel e Robson não causam grande empolgação e podem ser negociados em definitivo se as condições forem boas ao Tricolor.

Para acessar outras notícias do Blog do Jorge Nicola, clique aqui: