Carli revela 'torcida' para o River na final da Libertadores: 'Não quero que o Flamengo ganhe nada'

Clima esquentou em campo, mas na arquibancada houve violência (Foto: Marcelo de Jesus/Raw-Image)
Clima esquentou em campo, mas na arquibancada houve violência (Foto: Marcelo de Jesus/Raw-Image)


Joel Carli foi um dos principais personagens do clássico entre Botafogo e Flamengo, na última quinta-feira, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo truncado e de muitas faltas, o argentino foi um dos responsáveis por deixar o clima quente dentro do Estádio Nilton Santos, palco da partida.

Nesta sexta-feira, o capitão do Botafogo falou pela primeira vez após a derrota. Ao TyC Sports, canal da Argentina, o zagueiro afirmou que, apesar de ser torcedor do Boca Juniors, vai torcer para o Flamengo perder a final da Taça Libertadores, que será disputada no dia 23 de novembro, em Lima.

- Estou há quatro anos no Brasil, e o Botafogo tem uma rivalidade muito grande com o Flamengo. Não vou dizer que vou torcer pelo River, porque meus amigos na Argentina me matariam, mas não quero que o Flamengo ganhe nada - revelou.

Além disso, Joel Carli também criticou as declarações de Jorge Jesus, treinador do Flamengo, que, após a partida, afirmou que a equipe comandada por Alberto Valentim fez uma "caça ao homem". Após a derrota no clássico, o Botafogo manteve os 33 pontos e ocupa a 17ª colocação na classificação, a primeira na zona de rebaixamento.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também