Carille vê “melhor atuação fora de casa” em empate com Inter

O técnico Fábio Carille considerou a partida diante do Internacional, na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio, como a melhor atuação da sua equipe em 2017 jogando fora de casa. Colocando o desempenho como próximo ao apresentado nos clássicos contra Palmeiras e Santos, no estádio de Itaquera, o comandante exaltou o alto nível demonstrado pelos jogadores na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil, que terminou empatada por 1 a 1.

“Dentre os jogos fora de casa, com certeza hoje (quarta-feira) foi o melhor. Fizemos bons jogos dentro de casa, Palmeiras no primeiro tempo, contra o Santos a gente conseguiu ter uma grande atuação. Mas esse foi o melhor jogo do Corinthians no meu comando jogando fora de casa”, comentou Carille, fazendo questão de elogiar a equipe adversária.

“Foi um time que buscou muita aproximação, jogadores técnicos principalmente no meio-campo, conhecemos muito bem Edenilson e Uendel. A bola sempre passando no D’Alessandro, muito bem ele também. Mas conseguimos, no fim, um bom resultado e esperamos fazer um grande jogo para sairmos classificados”, apontou o treinador, confiando na força da equipe dentro de casa.

“A gente sabe que jogar em casa sempre há uma diferença, lá em São Paulo vai ser assim. Nós sabemos o poder de jogar em Itaquera, não podemos ficar retraídos e jogar no erro deles. Vamos procurar jogar o nosso jogo e nos impor dentro de casa”, prometeu.

A única lamentação de Carille foi a respeito do gol perdido por Giovanni Augusto, nos poucos 18 minutos em que o armador esteve em campo. Colocado no lugar de Marquinhos Gabriel, o armador teve a chance ao receber passe de Rodriguinho e conduzir a bola livre até ficar cara a cara com Marcelo Lomba, mas carimbar a perna direita do goleiro adversário.

“Na parte final do primeiro tempo nós perdemos o controle do jogo por causa da pressão do Inter. Na terça eu treinei essa situação de abrir o Clayton e o Romero, deixando o Marquinhos e o Rodriguinho por dentro. Deu certo, tivemos a chance com o Giovanni, mas não conseguimos fazer o gol”, concluiu Carille.