Carille reproduz formação da Ponte e escala Corinthians com Jadson titular

Gabriel Carneiro

Um dia depois de ser preservado do treinamento do Corinthians por causa de um incômodo no joelho e virar preocupação para a primeira final do Campeonato Paulista, o meia Jadson afastou as dúvidas e treinou sem restrições nesta quinta-feira, a três dias da partida contra a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli. Com proteções nos dois joelhos e monitoramento do fisioterapeuta Caio Mello, o principal meio-campista do Timão participou de um trabalho físico e logo depois do coletivo em que o técnico Fabio Carille ensaiou a escalação do duelo de domingo.

Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô foi a formação definida por Carille no treino desta quinta-feira. O time titular venceu por 2 a 1 os reservas, que atuaram da seguinte maneira: Walter; Léo Príncipe, Léo Santos, Pedro Henrique e Moisés (Marciel); Paulo Roberto, Camacho e Fellipe Bastos; Léo Jabá (Marquinhos Gabriel), Clayton e Kazim.

O time reserva atuou com uma formação diferente dos titulares porque a missão era reproduzir o esquema e as características dos jogadores da Ponte Preta, que costumam atuar com três volantes e três atacantes enfiados. No fim, os titulares venceram por 2 a 1, com gols de Jô e Romero - Marciel, que entrou no intervalo da atividade, descontou para os titulares. Durante o treino, Carille cobrou reações rápidas e velocidade nas transições ofensivas.

O meia Pedrinho, que havia treinado na vaga de Jadson durante o período de ausência do titular, foi curinga, servindo aos dois times no primeiro tempo do treino, e depois saiu da equipe. No campo anexo, ele treinou ao lado dos seguintes jogadores: Marciel (depois Moisés), Marquinhos Gabriel (depois Léo Jabá), Mendoza, Bruno Paulo, Franklin, Carlinhos, Ameixa, Léo Artur, Rodrigo Figueiredo e... Danilo, cada vez mais próximo do retorno aos gramados.





E MAIS: