Carille indica força máxima contra o Luverdense e rodízio no domingo

Após preservar o lateral direito Fagner, o zagueiro Pablo e o atacante Romero no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, além de não ter contado com o suspenso Gabriel, o técnico Fábio Carille voltará a escalar aquela que considera a melhor formação disponível para o Corinthians. O jogo será contra o Luverdense, às 19h30 (de Brasília) de quinta-feira, em Itaquera.

“Contra o Luverdense, vou com força total. Temos segunda, terça e quarta para recuperar o time para o jogo”, observou Carille, sem se deixar levar nem sequer pela vitória no jogo de ida – 2 a 0 na última quinta-feira, na Arena Pantanal – e a situação confortável no confronto. “Conseguimos uma grande vantagem lá, mas não podemos pensar assim. Será um jogo em casa, e temos alguns jogadores que ainda precisam se acostumar com o nosso estádio.”

Dessa forma, da escalação habitual do Corinthians, a única ausência deverá ser a do zagueiro paraguaio Fabián Balbuena. Ele reclamou de dor na coxa direita diante da Ponte Preta e provavelmente cederá espaço para o prata da casa Pedro Henrique, substituto de Pablo em Campinas.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, no entanto, o rodízio de titulares será retomado. A ideia de Carille é poupar mais titulares contra a Ferroviária, no domingo, em Araraquara.

“Para domingo, é bem possível que a gente faça outras mudanças, mas há muito tempo até lá”, comentou o treinador do Corinthians, que não usa somente o desgaste físico do elenco para justificar a sua decisão. “Tenho um grupo muito igual e preciso rodar os atletas”, explicou.