Carille elogia primeiro tempo do Santos e lamenta gols em bolas paradas

·1 minuto de leitura


O técnico Fábio Carille elogiou o comportamento do Santos no primeiro tempo da derrota por 3 a 0 diante do Juventude neste domingo, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador lamentou os gols tomados em lances de bola parada.

- Nosso primeiro tempo foi muito bom. Além de ser seguro, a gente agrediu, chegou com finalizações e a primeira bola que foi no nosso gol, infelizmente, nós tomamos. Aí a questão da confiança começa a aparecer pela sequência. No segundo tempo a gente fica no ataque, propondo o jogo, buscando o empate, mas novamente na bola aérea a gente tomou o segundo gol e se perdeu - afirmou o técnico.

O treinador admitiu que as bolas aéreas eram uma preocupação na sua chegada ao Santos e afirmou que trabalhou bastante no fundamento nos últimos treinos da equipe.

- É algo que quando eu cheguei tinha muita preocupação. Nesse pouco tempo trabalhei muito a bola aérea. Infelizmente, aconteceram os gols. Passa por concentração, pela percepção do que vai acontecer no lance. A gente sabe que bola parada decide jogo e hoje ela decidiu de novo - afirmou Carille.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos