Carille celebra chance de usar Pedrinho no Majestoso: “Tem que ver nesses jogos”

O técnico Fábio Carille já deixou claro que deve utilizar Pedrinho entre os titulares no clássico deste domingo, contra o São Paulo, às 16h (de Brasília), no estádio do Morumbi, e não mostra qualquer receio quanto a uma possível dificuldade do atleta em encarar um Majestoso logo em seu terceiro jogo como profissional. Para ele, será importante na formação do jogador atuar em partidas desse nível.

“Com certeza, poder colocar meninos num jogo grande no Morumbi. Que bom que a gente pode colocar o garoto num jogo desse, é bem isso mesmo”, comentou o treinador, mostrando não ser adepto da teoria que os jogadores precisam de muita preparação antes de serem lançados no profissional.

“Não adianta, já colocamos contra a Ferroviária. Depois foi titular contra o Red Bull, mostrando muita personalidade. Nas bolas que chegaram nele ele se virou bem, soube arranjar uma solução. Que bom que a gente pode usar ele em um clássico no Morumbi. É nesses jogos que tem que colocar mesmo, jogo grande, já classificado, vamos ver qual a resposta dele”, avaliou Carille, abrindo até a possibilidade usar o jovem ao lado de Léo Jabá na partida, com uma média de 18 anos de idade nas suas pontas.

“Não pode ser os dois? (Risos) O Pedrinho é um jogador muito técnico, muito rápido, tem que saber usar dentro de campo, uma zona de muito contato. Quando sobe para o profissional é como vai ser com a questão de personalidade, não inscrevemos por não conhecer o atleta no profissional. Mas, na primeira oportunidade que nós tivemos, a gente colocou porque viu que ele tem condição”, continuou.

O mais provável, porém, é que Carille forme um meio-campo com Gabriel, Maycon, Rodrinho, Jadson e Pedrinho, deixando Jabá entre os suplentes. Além da ótima impressão inicial causada pelo canhoto, as más exibições do companheiro frente a Ponte Preta e Red Bull pesam bastante na hora da decisão.

“Esse processo é meio que natural, de jogador para jogador, muito jovem. Fiz questão de abrir espaço para ele, fez três bons jogos, Plameiras, Mirassol e Santos, mas nos últimos teve essa dificuldade”, comentou Carille, pedindo paciência aos torcedores para que Jabá retome o seu nível de atuação.

“É normal oscilar nessa idade. É algo pelo qual o Pedrinho pode passar também. Tem que ter paciência e sabedoria, pedimos isso para a torcida. Pedem para lançar o jogador, a gente busca fazer isso, mas tem que ter paciência quando as coisas demoram um pouco”, concluiu o comandante.