De cara nova, Corinthians busca o bicampeonato na Liga Nacional de Futsal

Novos alas da equipe, vindos do São José Futsal, acreditam que não há peso maior em defender o atual campeão. Goleiro Careca, chega a terceira temporada na meta corintiana

Ano novo, caras novas. Assim é o elenco do Corinthians para a disputa da Liga Nacional de Futsal. Atuais campeões do campeonato, o time alvinegro trouxe novas peças ao elenco, como os alas Johnny e Wilsinho. A equipe do técnico André Bié começa sua caminhada no nacional deste ano nesta sexta-feira, às 21h30 (com transmissão do SporTV), diante da equipe de Tubarão. O duelo será no Ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge.

Com cinco gols marcados nas duas primeiras competições do ano (Taça Brasil e Super Copa), Johnny é, ao lado de Vander Carioca, o artilheiro do time neste início de temporada. O jogador afirma que o Timão vai em busca de mais um título.

- Este início de temporada foi bem promissora. Claro que temos o que melhorar muito, mas a Liga por ser um campeonato mais longo, temos como crescer e evoluir ainda mais. Queremos brigar por esse bicampeonato, temos um elenco muito forte e iremos melhorar com o tempo.

Wilsinho, que também chegou nessa temporada à equipe de Parque São Jorge, vindo do São José, acredita que não há um peso maior por jogar no atual campeão nacional, mas que seu time será caçado pelas outras equipes.

- Peso não há, mas é claro que as outras equipes vão querer vir para cima de um modo diferente. Sabemos da responsabilidade em vir para um grupo já campeão e temos que usar isso a nosso favor. Vamos em busca de mais um título sim, por isso é muito trabalho e foco durante toda a temporada - analisou o jogador que, neste início de temporada, tem sido importante para o sistema defensivo da equipe.

O camisa 21 acredita que as duas primeiras competições do ano da equipe ajudaram na preparação para a Liga Nacional, bem como conhecer alguns adversários.

- A Taça Brasil nos serviu já para analisar algumas equipes. Temos que ver com cuidado Joinville que foi o campeão da competição, o próprio Carlos Barbosa que jogamos na final da Supercopa sempre é um favorito. Sem contar o Magnus. Claro que tem muita coisa para acontecer, a competição é longa, por isso não podemos deixar de trabalhar muito para manter essa equipe campeã.

Neste início de competição, o ala Johnny acredita que tudo está igual e concorda com Wilsinho que a Taça Brasil também serviu para analisar alguns adversários.

- Todo mundo começa igual, do zero. Claro que tem muitas equipes que mudaram de peças, se fortaleceram, investiram como o Joinville que venceu a Taça Brasil, Carlos Barbosa que é sempre forte, que já tem seu sistema de jogo montado. E não podemos deixar de lado também o Magnus, além de outras equipes que fazem valer o fator casa. Será bem equilibrado, como foi na temporada passada.

Careca completa três anos no Corinthians

O goleiro Careca, campeão da Liga Nacional em 2016, parte para a sua terceira temporada como arqueiro da equipe alvinegra. O jogador sabe que o bicampeonato é algo que precisa ser construído no dia-a-dia, como foi na temporada passada.

- Sabemos que é muito difícil ganhar uma Liga Nacional e poucos times conseguem o feito de ser bicampeões seguido, mas vamos em busca disso esse ano. Fizemos dois bons campeonatos nesse início de temporada e serviram de aprendizado e alerta. Vamos identificar os erros e os acertos para que possamos evoluir mais como equipe e que os erros não aconteçam mais durante o ano.

Com a convocação de Guitta, na última quinta-feira, para a disputa da Copa América na Argentina - entre os dias cinco e 12 de abril - o camisa um deverá assumir a meta corintiana para os compromissos do período pela Liga Paulista de Futsal.























E MAIS: