Canoagem: Pepê Gonçalves não vai à final da K1

·1 minuto de leitura
Canoísta na prova de K1 nos Jogos de Tóquio

Pepê Gonçalves não conseguiu se classificar para a final da canoagem slalom K1 (caiaque), nesta sexta-feira, nos Jogos de Tóquio.

No Centro de Canoagem Slalom Kasai, o brasileiro, que conseguiu a histórica sexta poisção na Rio 2016, não foi bem na prova, cometeu três erros e foi punido com o acréscimo de seis segundos no tempo final, terminando assim na 19ª posição, com a marca de 104.33, à frente apenas do atleta do Comitê Olímpico Russo (ROC, pela sigla em inglês), Pavel Egel (151.41).

Se não tivesse sofrido a penalização, o canoísta do Brasil teria ficado com a última vaga entre os dez melhores da prova que avançaram para a decisão da medalha de ouro. O líder da semifinal foi o tcheco Jiri Prskavec, com 94.29.

Já a outra representante do Brasil na canoagem slalom Ana Sátila colocou seu nome na história da modalidade no país ao se tornar a primeira brasileira a se classificar para uma final olímpica, na C1 (canoa).

A mineira acabou em último lugar entre as 10 finalistas após cometer dois erros que prejudicaram sua performance, sendo punida com a perda de 52 segundos.

A medalha de ouro foi conquistada pela australiana Jessica Fox, com um tempo de 105.04, seguida pela britânica Mallory Franklin (108.68), que ganhou a prata, enquanto a alemã Andrea Herzog (109.13) levou o bronze.

lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos