Cano se torna o 7º maior artilheiro estrangeiro da história do Vasco

André Schmidt
·2 minuto de leitura


Foram mais de dois meses sem estufar as redes. Nove jogos sem marcar um gol. Germán Cano, porém, encerrou a má fase neste sábado ao anotar os dois tentos do Vasco na vitória por 2 a 0 sobre o Sport, na Ilha do Retiro. Por coincidência, encerrando também uma série de nove partidas da equipe sem triunfos no Campeonato Brasileiro.

Principal artilheiro vascaíno e um dos maiores do Brasil na temporada, Cano chegou à marca de 18 bolas na rede e se tornou o 7º maior goleador estrangeiro da história do clube carioca. O atacante argentino superou o meia uruguaio Danilo Menezes, que atuou em São Januário entre 1965 e 1971 marcando 17 vezes.

O que chama mais a atenção é o alto volume em apenas uma temporada. Mesmo com meio Brasileirão ainda a ser disputado e o Vasco classificado na Sul-Americana, Cano já iguala a melhor marca de Petkovic, por exemplo, em 2004. O sérvio tem, neste século, a melhor marca de um estrangeiro em um único ano pelo clube, tendo anotado 18 gols em 36 jogos em 2004. O argentino preciso de apenas 33 partidas.

Quem aparece logo à frente de Gérman no ranking histórico é Riascos. O colombiano marcou 20 vezes pelo Cruz-Maltino, no entanto, em 75 atuações. Veja o top 10:

MAIORES ARTILHEIROS ESTRANGEIROS DA HISTÓRIA DO VASCO
- Fonte: André Schmidt - Blog do Garone/LANCE!

1º - Villadoniga - 1938-1942 - uruguaio - 83 gols
2º - Silvio Parodi - 1954-1956 - paraguaio - 37 gols
3º - Alfredo González - 1940-1942 - argentino - 29 gols
4º - Petkovic - 2002-2004 - sérvio - 28 gols
5º - Hugo Lamanna - 1934-1935 - argentino - 25 gols
6º - Riascos - 2015-2018 - colombiano - 20 gols
7º - Germán Cano - 2020 - argentino - 18 gols
8º - Danilo Menezes - 1965-1971 - uruguaio - 17 gols
9º - Andrés Rios - 2017-2018 - argentino - 16 gols
10º - Berascochea - 1945-1946 - uruguaio - 14 gols
Carlos Tenório - 2012-2013 - equatoriano - 14 gols