Segundo turno em Goiânia: Candidato do PSD manifesta solidariedade a ex-adversária ameaçada de morte

·2 minuto de leitura
Vanderlan Cardoso enfrenta Maguito Vilela no segundo turno em Goiânia (Foto: Reprodução/Instagram)
Vanderlan Cardoso enfrenta Maguito Vilela no segundo turno em Goiânia (Foto: Reprodução/Instagram)

Candidato do PSD à prefeitura de Goiânia, Vanderlan Cardoso foi às redes sociais para manifestar solidariedade à ex-adversária Delegada Adriana Accorsi. A deputada estadual do PT revelou que ela e sua família foram ameaçadas de morte no início da semana.

“Nos solidarizamos com a deputada estadual e candidata à prefeitura de Goiânia, Adriana Accorsi, pelo ataque cibernético sofrido. Ameaças não podem intimidar candidatos. Vivemos em um sistema democrático e essa prática é inadmissível. Espero que nossas competentes forças de segurança identifiquem rápido esses criminosos e que os mesmos sejam punidos”, escreveu em sua página no Twitter.

Derrotada no primeiro turno das eleições, ao ficar na terceira colocação, Accorsi divulgou imagens das ameaças sofridas nas redes sociais. Um perfil identificado como Hugo Rossi foi o responsável pelas mensagens.

“Não existe policial esquerdista, porque bandido tem que morrer. Eu sei que você não tem treinamento tático, e sua família é fácil de ser encontrada. Goiás não é a merda do nordeste”, escreveu.

Em outro momento, o perfil ameaça as filhas de Accorsi. “Comunista já comprou caixão da Verônica e da Helena?”.

A petista informou que registrou boletim de ocorrência na Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC) e está tomando as medidas necessárias para elucidar os fatos.

Eleições em Goiânia

Com praticamente um milhão de eleitores em seu colégio eleitoral, Goiânia é uma das capitais que escolherá prefeito em segundo turno. Disputam Maguito Vilela (MDB) e Vanderlan Cardoso (PSD).

Maguito é figura conhecida da política de Goiás. Ele, que teve 36.02% dos votos válidos, já foi eleito vereador, deputado estadual e federal, vice-governador, governador, senador e prefeito de Aparecida de Goiânia.

O adversário, Cardoso, atingiu 24.67% dos votos válidos para chegar ao segundo turno. Ele foi prefeito de Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia, por dois mandatos, entre 2005 e 2010. Eleito senador nas últimas eleições, o político pode exercer o mandato de parlamentar até 2026. Ele já disputou — e perdeu — a prefeitura de Goiás em 2016.

Eleições municipais em todo país

As Eleições 2020 moveram praticamente todo país neste domingo. Por conta do coronavírus, essa foi uma eleição diferente, com horários estendidos e mais critérios de segurança sanitária.

Uma questão que levanta muitas dúvidas ao longo processo é o famoso coeficiente eleitoral. Bem resumidamente, é a divisão do número de eleitores pelo número de vagas (nós explicamos com detalhes AQUI). Cada cidade, então, tem seu coeficiente eleitoral.

Caso não esteja presente na cidade onde você está apto para votar, é possível justificar seu voto. Para saber como, siga nosso guia clicando AQUI.

O que faz um prefeito?

O Estado se divide em três poderes o Executivo, Legislativo e Judiciário, e o prefeito é o chefe do Poder Executivo. Ou seja, é responsabilidade do prefeito administrar a cidade que exerce suas funções. Para mais detalhes da função CLIQUE AQUI e para saber quanto ganha um prefeito, CLIQUE AQUI.