Canadá encerra jejum de 20 anos, vence os EUA e conquista vaga na final dos Jogos Olímpicos

·1 minuto de leitura


A história está sendo escrita! Após eliminar o Brasil nas quartas de final, o Canadá derrotou os Estados Unidos por 1 a 0, acabou com um jejum que durava 20 anos e está classificado para a sua primeira em Jogos Olímpicos desde o início do torneio em 1996. Após sofrer forte pressão, a zebra foi confirmada com gol de pênalti de Jessie Fleming.

JOGO SONOLENTO
No primeiro tempo, o jogo foi muito travado no meio de campo e as equipes não conseguiam desenvolver jogadas ofensivas perigosas. Os primeiros 45 minutos terminaram sem finalizações em direção ao gol, embora os Estados Unidos tenham ensaiado uma pressão nos acréscimos, mas sem sucesso.

> Veja a tabela do futebol feminino na Olimpíada

QUE SUFOCO
No segundo tempo, os Estados Unidos promoveram algumas substituições que surtiram efeito. Aos 19 minutos, Lloyd foi acionada pelo lado esquerdo da área e finalizou para ótima defesa de Labbé; Aos 22, Ertz aproveitou escanteio e cabeceou com força para outra ótima intervenção da goleira. Aos 25, Press encontrou espaço de fora da área, finalizou ao gol, mas sem força.

PRIMEIRA FINAL OLÍMPICA
Em uma escapada aos 30 minutos, Deanne Rose sofreu pênalti para o Canadá após a árbitra receber auxílio do VAR e Fleming converteu a cobrança e inaugurou o marcador. Os Estados Unidos voltaram a pressionar, Lloyd cabeceou uma bola na trave no final da partida, mas não foi suficiente para evitar a eliminação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos