Corinthians vence o Santos com gols relâmpagos em Itaquera

Folhapress
SÃO PAULO, SP, 02.02.2020 - CORINTHIANS-SANTOS: Everaldo, do Corinthians comemora seu gol com jogadores - Partida entre Corinthians e Santos, válida pela 5 rodada do campeonato paulista 2020, realizado na Arena Itaquera, na zona leste de São Paulo, na manhã deste domingo (2). (Foto: Marcello Zambrana/Agif/Folhapress)
SÃO PAULO, SP, 02.02.2020 - CORINTHIANS-SANTOS: Everaldo, do Corinthians comemora seu gol com jogadores - Partida entre Corinthians e Santos, válida pela 5 rodada do campeonato paulista 2020, realizado na Arena Itaquera, na zona leste de São Paulo, na manhã deste domingo (2). (Foto: Marcello Zambrana/Agif/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com dois gols relâmpagos, um em cada etapa, o Corinthians venceu neste sábado (2) o Santos pelo placar de 2 a 0, em Itaquera, em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Paulista.

Everaldo e Janderson anotaram os gols do triunfo da equipe corintiana -ambos com pouco mais de um minuto de jogo em cada etapa-, que venceu seu primeiro clássico em 2020. O primeiro também do técnico Tiago Nunes, que chegou nesta temporada ao clube.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O Corinthians abriu o placar logo no primeiro minuto de partida. Fagner recebeu lançamento de Cantillo na direita, levou para o pé esquerdo e cruzou. Boselli não alcançou e a bola sobrou livre no outro lado para Everaldo, que dominou e bateu firme para marcar.

O time de Tiago Nunes já havia dado seu primeiro chute a gol com Luan aos 20 segundos de partida.

Na comemoração, Everaldo se emocionou. Por conta de problemas físicos, o atacante ficou cinco meses sem jogar pelo Corinthians antes de voltar à equipe na derrota para a Ponte Preta, no meio de semana.

Após o início forte, os corintianos seguiram melhores no jogo e dominaram todo o primeiro tempo. O time do técnico português Jesualdo Ferreira sentiu o gol precoce e, desorganizado, não conseguia trocar passes e fugir da pressão corintiana.

Na volta do intervalo, o roteiro da primeira etapa se repetiu e, com mais um gol relâmpago, o Corinthians definiu a vitória.

Com pouco mais de um minuto de jogo, Luan se livrou da marcação no campo de defesa e tocou para Boselli, aberto pela esquerda. O argentino deu belo lançamento nas costas da defesa santista e encontrou Janderson, que dominou, ficou cara a cara com Everson e bateu na saída do goleiro para ampliar a vantagem em Itaquera.

Na comemoração, o atacante subiu na escada que divide o campo da arquibancada e abraçou torcedores. Quando desceu, recebeu o segundo cartão amarelo (o primeiro havia sido por falta no primeiro tempo) e foi expulso pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira.

Mesmo com um a menos, o Corinthians conseguiu manter o controle de jogo e não sofreu com as tentativas de reação do Santos.

Com a vitória, o Corinthians se recupera do revés para a Ponte Preta antes de encarar, na próxima quarta-feira (5), seu compromisso mais importante até aqui em 2020. O time viaja ao Paraguai para enfrentar o Guaraní (PAR), no confronto de ida pela segunda fase da Libertadores.

Já o Santos conheceu a sua primeira derrota na temporada. Líder do Grupo A com 7 pontos, o clube da Vila Belmiro pode ser ultrapassado pela Ponte Preta, que enfrenta nesta segunda-feira (3) a Inter de Limeira.


CORINTHIANS

Cássio, Fagner, Pedro Henrique, Gil e Sidcley; Camacho (Gabriel), Cantillo, Everaldo (Mateus Vital), Luan (Lucas Piton) e Janderson; Boselli. T.: Tiago Nunes


SANTOS

Everson, Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Uribe), Sandry (Evandro) e Diego Pituca; Kaio Jorge (Jean Mota), Raniel e Eduardo Sasha. T.: Jesualdo Ferreira


FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2X0 SANTOS

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli

Público/Renda: 40.669/R$ 2.355.356,04

Cartões Amarelos: Janderson e Cássio (Corinthians); Jobson (Santos)

Cartão Vermelho: Janderson (Corinthians)

Gols: Everaldo (COR), a 1 minuto do primeiro tempo, e Janderson (COR), a 1 minuto do segundo tempo.

Leia também