Campeonato mexicano suspende rebaixamento e promoção por seis anos

AFP
Vista aérea do estádio Azteca no dia 22 de abril de 2020, na Cidade do México
Vista aérea do estádio Azteca no dia 22 de abril de 2020, na Cidade do México

O mecanismo de promoção e rebaixamento do futebol mexicano será desativado por seis temporadas e não por cinco, conforme anunciado originalmente, devido à pandemia de coronavírus, informou a Federação Mexicana de Futebol (FMF).

A entidade também aprovou sanções econômicas aos três clubes que estavam prestes a cair antes da suspensão do torneio devido à emergência da COVID-19.

"É aprovado suspender temporariamente a promoção e o rebaixamento pelas próximas seis temporadas", anunciou a FMF, uma semana depois que Enrique Bonilla, presidente da Liga MX (primeira divisão), anunciou que a suspensão de promoções e rebaixamentos seria por cinco anos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Com o campeonato Clausura-2020 suspenso desde 15 de março devido à contingência sanitária, o primeiro beneficiário do cancelamento do rebaixamento foi o Atlas, que estava na parte inferior da tabela; O Atlético de San Luis e Juárez também estavam lutando pela permanência.

Apesar da salvação, essas três equipes pagarão uma penalidade financeira pela posição que ocuparam na tabela. O último colocado - o Atlas - 120 milhões de pesos (4,8 milhões de dólares), o penúltimo - Atlético de San Luis - 70 milhões de pesos (2,8 milhões de dólares) e o terceiro - Juárez - 50 milhões de pesos (2 milhões de dólares).

Além de desativar as promoções e rebaixamentos, a FMF confirmou o final da temporada 2019-20 do Ascenso MX (segunda divisão) sem proclamar um campeão.

Leia também