Campello revela ter sido infectado por COVID-19 no final de março

LANCE!
·1 minuto de leitura


O presidente do Vasco da Gama, Alexandre Campello, revelou, nesta quarta-feira ter sido infectado pelo COVID-19, no final de março. O mandatário vascaíno afirmou não saber a origem da contaminação e contou que a primeira a sentir os sintomas foi a esposa, Lorena Campello.

– Ainda existia muita dúvida sobre o que fazer. Eu tive dor no corpo, náusea, dor de cabeça e perdi o olfato. Por isso tinha tanta certeza do diagnóstico. Minha mulher não sentia cheiro de nada. Cheirava produto de limpeza, que é forte, e nada – disse Campello, em entrevista ao Jonral Extra.

Além do casal, duas funcionárias e a sogra do mandatário também contraíram a doença. No começo de março, a mulher do presidente, que é influenciadora digital, fez uma viagem à Milão, na Itália. Os dois passaram mais de um mês em casa, no bairro da Barra da Tijuca e liberaram os colaboradores.

– Dei férias para o caseiro. Montei um esquema para não sair de casa. Disse a elas para que fossem para casa e não voltassem. Mas minha mulher passou a ter sintomas. Ninguém sabe como o vírus chegou. Ficamos um mês dentro de casa – contou.

O próprio Campello, médico, monitorou os sintomas dele e da mulher, sem recorrer ao uso de medicamento. O exame que confirmou o diagnóstico só foi realizado na retomada das atividades do Vasco, no dia 31 de maio.

– Cumpri o período recomendado, mais de 30 dias recluso. A único coisa que isso tudo demonstra é que o isolamento, por si só, não é uma garantia. É importante, mas não é garantia – concluiu.