Campeão mundial com o São Paulo lamenta falência após aposentadoria: 'Queria aproveitar mais a vida'

Jurandir Fatori foi lateral de grandes clubes brasileiros (Foto: Reprodução/Globo)


Jurandir Fatori, campeão mundial com o São Paulo em 1993, contou em entrevista ao 'Globo Esporte/SP', da TV Globo, que faliu após o fim da carreira. Ele contou em depoimento que precisou vender seus bens para pagar as contas e lamentou não poder disfrutar do dinheiro com a família.

O ex-lateral contou que gastou todo o dinheiro na noite, com mulheres, e que atualmente se arrepende de não ter gerido bem tudo que conquistou com o trabalho nos campos.

– Eu vivi muito, curti muito, mas no momento que eu mais queria curtir, que é hoje com minha família e meu filho, não consigo. Queria aproveitar mais a vida, mas o que fiz foi bom só pra mim. Consegui comprar minha coisas, tive casa, apartamento, chácara, carro do ano - iniciou.

– O dinheiro foi embora na noite, mulherada e maus investimentos. Empolgação de certas coisas, chegou uma hora que não tinha de onde tirar mais. Fui vendendo, chegou uma hora que não tinha mais o que vender – concluiu.

Jurandir começou a carreira no Guarani, em 1990. Foi campeão do mundo com o São Paulo em 1993 e defendeu o Flamengo em 1994. Defendeu ainda clubes como Paysandu, Avaí e Ponte Preta. Encerrou a carreira no XV de Piracicaba em 2002. Ele ainda trabalhou como técnico em clubes como Rio Claro e São José.