Campeão com a seleção brasileira em 1994, Branco é internado com Covid-19

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Atual coordenador das categorias de base da seleção brasileira, Branco, 56, foi internado nesta quarta (17) em um hospital da zona sul do Rio de Janeiro. Ele está com Covid-19. A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) disse que o estado do ex-jogador de saúde é bom. Lateral que disputou três Copas do Mundo e foi campeão mundial em 1994, Branco havia viajado ao Recife para período de treinos das equipes de base da seleção. Além dele, outros cinco integrantes da comissão técnica e dois jogadores também receberam resultados positivos para o coronavírus. Os atletas são Weverton e Stenio, que estavam com o time Sub-18. Eles descobiriam estarem com o vírus ao voltarem para o Cruzeiro. "Ambos se encontram com sintomas leves, em isolamento e em constante comunicação com os profissionais do clube", informou o clube mineiro, por meio de nota. Branco foi titular da seleção nos Mundiais de 1986, 1990 e 1994. Neste último, fez um gol de falta decisivo nas quartas de final que deu a vitória ao Brasil diante da Holanda. Ele entrou para o folclore do futebol sul-americano ao supostamente tomar água de uma garrafa plástica cedida pelo massagista da seleção argentina na Copa de 1990. Ele se sentiu mal depois disso e tem certeza que havia algum tranquilizante no líquido. Diego Maradona confirmou a história. O técnico Carlos Bilardo ora disse ser verdade, ora desmentiu.