Camisa branca do Palmeiras divide torcida alviverde e os ‘antis’

Goal.com
Veja reações sobre o novo uniforme do Verdão, polêmica nas redes sociais
Veja reações sobre o novo uniforme do Verdão, polêmica nas redes sociais

Obviamente, é impossivel agradar a todos. O Palmeiras, mesmo com seus milhões de torcedores, não quebraria tal regra. Nesta última segunda-feira (2), o clube anunciou, de forma oficial, suas novas camisas para a temporada de 2020, com um vídeo desenvolvido pela Puma, fornecedora de material esportivo do Verdão.

Uma das camisas, a branca, chamou mais atenção, pelo menos nas redes sociais. Enquanto torcedores do Palmeiras exaltaram em peso o novo design, rivais criaram um apelido, digamos, pejorativo: os "antis" (principalmente flamenguistas) começaram a chamar o uniforme do Verdão de "guardanapo" ou "papel higiênico".

Isto acontece pois o uniforme tem uma estampa branca que se assemelha aos design usados nesses materiais. Assim, a zoeira começou a rolar, ao passo que os palmeirenses continuavam empolgados com os novos uniformes.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Veja algumas reações:

A camisa pode parecer um guardanapo, papel higiênico ou toalha, mas uma coisa é fato: ela está cumprindo o seu papel, deixando o torcedor empolgado e servindo como uma reaproximação do Palmeiras com seu passado histórico.

As polêmicas gravuras na camisa, na verdade, são inspiradas no guia que imigrantes italianos recebiam ao caminho do Brasil. Assim, para o torcedor do Palmeiras, isto é mais que um uniforme: é a representação da história do clube em seus trajes.

Leia também