Caminhada em lugares relaxantes contribui para a saúde mental, afirma pesquisa

Caminhada em locais relaxantes pode ser a saída para vencer o estresse do dia a dia (Foto: Divulgação)


A realização de uma breve caminhada em lugares relaxantes, como parques ou jardins, pode contribuir para a melhoria da saúde mental, com benefícios para o humor e a autoestima, segundo pesquisa realizada no Reino Unido, pela Universidade de Essex. O estudo comparou dados de 1,2 mil pessoas de idades variadas, gêneros e status de saúde mental, concluindo que aqueles que se envolviam em caminhadas ao ar livre tinham efeitos positivos na diminuição do estresse, mesmo que praticadas por apenas alguns minutos diários.

Para o especialista em marketing digital Anderson Freitas, a rotina profissional dos últimos tempos fez com que sua frequência à prática de atividade física fosse reduzida. A academia era o local escolhido para descarregar o estresse do dia a dia e, atualmente, ele busca manter a realização de caminhada, pelas ruas ao redor de sua residência.

“Sinto falta daquele horário que tinha na academia. Confesso que era importante, pois, além da questão da saúde, se tratava de um momento para socializar. Para mim, que trabalho com o mundo virtual, o resultado era maior, pois, me colocava um pouco no cenário real”, pontuou. “Mas não deixo de realizar uma caminhada pelas ruas do bairro. Algo que faz bem para minha saúde e me deixa um pouco mais aliviado”, completou.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 150 minutos semanais de atividade física leve ou moderada (cerca de 20 minutos por dia) ou, pelo menos, 75 minutos de atividade física de maior intensidade por semana (cerca de 10 minutos por dia). De acordo com especialistas em medicina esportiva, o fato das pessoas realizarem uma caminhada podem levá-las ao esquecimento das irritações do dia, mesmo que seja em um curto de espaço de tempo.

“Infelizmente não consigo realizar todos os dias, mas tento manter no mínimo três vezes por semana. Admito que quando estou fazendo caminhada deixo o pensamento longe do trabalho. Coloco uma música no fone de ouvidos e me deixo levar um pouco. Sinto uma melhoria tremenda no outro dia. Algo como uma confiança maior no que tenho que realizar”, finalizou Anderson Freitas.