Camilo se irrita com possível saída do time titular e não treina

Às vésperas da semifinal da Taça Rio, o Botafogo ganhou um problema para o prosseguimento da temporada. O meia Camilo se reuniu com o técnico Jair Ventura e expôs sua insatisfação com seu posicionamento e possível saída da equipe titular contra o Atlético Nacional-COL, na próxima semana, em partida válida pela Libertadores. O jogador não trabalhou com o restante do elenco nesta sexta-feira e sua presença no clássico passou a ser uma incógnita.

Durante a coletiva de imprensa, Jair Ventura falou sobre o posicionamento de Camilo, mas não entrou em detalhes sobre o teor da conversa com Camilo. O comandante também despistou sobre a sua utilização nos próximos jogos.

“A gente conversa. Inclusive com a chegada do Montillo nós mudamos o esquema para que o Camilo pudesse continuar jogando. Mudamos uma situação para ele jogar. Beleza não fazer gol, mas tem sua importância dentro do grupo. Ele saiu de um jogo da Seleção dizendo que gostou de jogar pela esquerda. Não o estou colocando na lateral. A gente também estuda os adversários e talvez possamos mudar. Não definimos quem vai sair, depende muito do jogo”, disse.

Jair Ventura confirmou que vai escalar uma equipe mista no clássico deste domingo, contra o Fluminense, no estádio Nilton Santos. O treinador optou por poupar os titulares, principalmente por medo de novas lesões.

“A situação de sempre querer vencer já é motivante. Lógico que nós temos a prioridade desses dois jogos, que é a Libertadores. O Atlético Nacional é um time difícil, está bem no ranking e não posso correr riscos. Eu não tenho lateral direito. Nem sempre os improvisos vão dar a resposta que você quer”, declarou.

Por conta da polêmica com Camilo, a diretoria do Botafogo adiantou que o elenco vai trabalhar neste sábado com portões fechados, sem entrevista após o treino.