Calvozzo: Como um piloto influenciou o país do futebol. Ayrton Senna, para sempre do Brasil

Goal.com

Este artigo foi originalmente publicado aqui na Goal em 2014, mas como segue bem atual, achamos por bem, republicá-lo. 

Acelera Ayrton!!!

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio
Ayrton Senna Corinthians Football Formula One
Ayrton Senna Corinthians Football Formula One

(Foto: Getty Images)

Desde 1994 o dia 1º de maio deixou de ser apenas o dia do trabalhador no Brasil. No país do futebol, cada vez que o calendário passa por esse dia o povo faz questão de relembrar as façanhas de um eterno ídolo do automobilismo. Mesmo após (mais de) 20 anos, a lacuna deixada por Ayrton Senna no cenário esportivo é algo que não tem como ser medido para o brasileiro.

Senna não foi apenas um grande desportista, ele ultrapassou todos os limites esperados para um piloto de Fórmula 1 e se tornou referência no país, que o idolatra mesmo após tantos anos.

Para se ter uma ideia, jamais alguém pensaria que após 24 anos sem conquistar uma Copa do Mundo, um atleta de outro esporte seria lembrado pelos jogadores no momento em que comemoravam o título mundial. Sim, Ayrton Senna conquistou essa proeza também. No meio da festa, uma inesquecível faixa foi aberta com os dizeres: “Senna aceleramos juntos...o tetra é nosso!”

Essa ação revela a grandeza de um ídolo que sempre fez questão de permanecer no mesmo patamar das pessoas comuns, sem os exageros tão habituais nos dias de hoje, principalmente entre alguns nomes que sequer tiveram parte de sua relevância. Sua generosidade, jamais divulgada enquanto esteve vivo, o tornou um ser humano ainda mais elevado e que não por acaso o fez referência para o esporte nacional.

Ayrton Senna Corinthians
Ayrton Senna Corinthians

(Foto: Divulgação)

A perda de Senna para o brasileiro será algo difícil de ser recuperado, tanto que mesmo após (mais de) 20 anos, ele continua sendo um dos últimos grandes heróis que vestiram verde e amarelo. Até mesmo ídolos acostumados a cutucar nossas referências esportivas, como Diego Maradona, tinham respeito pela figura emblemática de Senna.

"O Pelé está acostumado a ser vice. Ele é meu vice na votação da torcida do mundo. E ele é vice no próprio país dele, porque o pessoal escolheu o Ayrton Senna como melhor atleta da historia do Brasil", disse certa vez o argentino, que se esqueceu apenas de dizer que o amor por Senna extrapolou as fronteiras e que deixou para trás o até então maior piloto sul americano da história, Juan Manoel Fangio, que apesar de mais títulos não conseguiu superar o carisma do brasileiro.

Em resumo, o Brasil é o país do futebol, mas também a nação que jamais se esquecerá das manhãs de domingo, que foram embaladas pelo piloto que entrou para a história e se tornou o mais amado de todos os tempos.

Leia também