Calleri pede desculpas por expulsão em goleada sofrida pelo São Paulo: 'Só quis dar o meu máximo'

·1 min de leitura


O São Paulo não contará com o atacante Calleri para o clássico contra o Palmeiras, na próxima quarta-feira (17), às 20h30, no Allianz Parque, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O argentino foi expulso ainda aos oito minutos de jogo, após uma entrada dura em David Luiz. Nas redes sociais, o atacante pediu desculpas ao time e torcida.

'Gostaria de pedir desculpas aos meus companheiros e a toda torcida do São Paulo. Hoje, infelizmente, por causa de excesso de vontade, acabei sendo expulso no começo da partida e prejudiquei a equipe. Não tive a intenção de entrar forte, eu só quis dar o meu máximo, como sempre faço em todos os lances e todos os jogos. Seguirei trabalhando forte e com muita dedicação pra ajudar o São Paulo a sair dessa situação. De coração, me desculpem - escreveu o camisa 30.

O lance aconteceu depois que o zagueiro do Flamengo tirou a bola de Rigoni. Quando o defensor ia lançar a bola, Calleri chegou atrasado. O árbitro Leandro Pedro Vuaden não deu o vermelho na hora, mas após consultar o VAR, ele expulsou o argentino.

Quem pode substituir o camisa 30 é Luciano, que ficou no banco de reservas na goleada sofrida para o Flamengo. Mesmo com o desfalque de Calleri, Rogério Ceni poderá contar com a volta do trio Welington, Nestor e Gabriel Sara, que cumpriram suspensão.

Com essa derrota, o São Paulo caiu para a 15ª colocação, com 38 pontos, somente dois a mais que o Juventude, primeiro time na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Calleri
Calleri

Calleri se desculpou nas redes sociais (Foto: Paulo Pinto/saopaulofc)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos