Calleri e Gabriel Neves terão salários "baratos" no São Paulo

·1 minuto de leitura
Calleri vai ganhar praticamente o mesmo salário de Pablo, mas só em 2022 (Agif)
Calleri vai ganhar praticamente o mesmo salário de Pablo, mas só em 2022 (Agif)

A chegada de Calleri e Gabriel Neves ao São Paulo rendeu festa entre os torcedores e preocupação no departamento financeiro do clube, devido à enorme crise no Morumbi. Mas o Blog apurou que os salários do argentino e do uruguaio estão bem longe das cifras praticadas pelos rivais.

Se Dudu voltou ganhando R$ 2,1 milhões no Palmeiras, Kenedy chegou ao Flamengo com vencimentos de R$ 1,6 milhão e Diego Costa embolsará R$ 1,3 milhão no Atlético-MG, os gringos do Tricolor não alcançam tais cifras nem somados.

Leia também:

Calleri terá direito a US$ 100 mil mensais ou R$ 520 mil, de acordo com a cotação de hoje. Com um detalhe: ele aceitou receber apenas R$ 50 mil por mês até o fim deste ano, com o pagamento da diferença a partir de janeiro de 2022.

Já Gabriel Neves receberá US$ 50 mil ou R$ 260 mil mensais. Tal salário é compatível ao dos vencimentos de atletas promovidos da base e que fazem sucesso no time principal, como Gabriel Sara e Liziero. Entre os maiores salários do Tricolor, estão Daniel Alves (R$ 1,5 milhão por mês) e Tiago Volpi (R$ 700 mil).

Calleri desembarcou na manhã desta quinta-feira em São Paulo e passará por exames médicos para assinar em seguida contrato de empréstimo até dezembro de 2022. Sua apresentação ocorrerá na semana que vem.  

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos