Calleri diz que São Paulo merece vaias da torcida e dispara: 'É calar a boca e trabalhar'

Calleri expôs crise no São Paulo e reconheceu protestos da torcida (Rubens Chiri / saopaulofc.net)


O São Paulo encerra sua temporada de jogos no Morumbi de forma desastrosa. Com a derrota por 1 a 0 em casa contra o Internacional, no último jogo disputado no estádio Cícero Pompeu, o Tricolor paulista se prepara para se despedir da possível chance de jogar uma Copa Libertadores no próximo ano. Com o resultado, a torcida reagiu com vaias e protestos, vistos pelo artilheiro Calleri como 'merecidos'.


ATUAÇÕES: Nestor tira chance de “redenção” de Igor Gomes em noite ruim do São Paulo

Veja tabela do Campeonato Brasileiro e simule os próximos jogos

Com 18 gols e em terceiro lugar na artilharia do Campeonato Brasileiro, as falas do argentino após a partida expuseram uma possível crise no Tricolor paulista. Ao final da partida, todos os jogadores tiveram seus nomes criticados pelos torcedores, que também entoaram gritos de protestos e frases como 'Vergonha! Time sem vergonha'.

Para Calleri, os torcedores do São Paulo estão certos em ter essa reação, já que o time deixou a desejar durante toda a temporada. As declarações fortes do camisa 9 expuseram um descontentamento com o elenco como um todo.

Nesta temporada, o Tricolor paulista ficou nos 'quases'. Quase foi campeão do Campeonato Paulista e da Copa Sul-Americana, além de ter caído somente na semifinal da Copa do Brasil. O artilheiro afirmou que, pelo desempenho da equipe, o time teve que o mereceu.

Ainda destacou que o certo a fazer é 'calar a boca, ter humildade e voltar a trabalhar para um 2023 melhor'. O futuro do São Paulo em uma possível Libertadores depende diretamente do final desta rodada.

- Eles tem toda razão. Eu sou chato para c*ralho, muitas vezes eu reclamei. Tivemos o que merecemos, a temporada foi ruim. Temos que fazer muito mais, as vaias tem toda razão do mundo. Temos que curar nós mesmos. É um momento difícil, as vaias são corretas - disse.

- A gente chegou na final do Paulista, não conseguimos, ficamos tristes. Chegamos na semifinal da Copa do Brasil, não conseguimos. Chegamos até a final da Copa Sul-Americana, não conseguimos. É como disse: as vaias são permitidas, merecemos. Eu estou chateado por como jogamos, deixamos passar mais uma chance. É calar a boca e trabalhar, humildade para todo mundo para um 2023 melhor - completou.