Cajá aparece no BID e vira opção para Kleina no duelo contra o Santos

Apresentado na Ponte Preta, Renato Cajá fez juras de amor ao clube e falou de assuntos polêmicos, como a fama de mercenário entre parte da torcida da Macaca. Nesta quarta oportunidade na equipe de Campinas, ele procura recuperar o bom futebol que sempre esteve presente enquanto vestiu as cores da Ponte, a começar por este sábado, em casa, no estádio Moisés Lucarelli, às 16h (de Brasília), contra o Santos: Cajá teve seu nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF e entrou na relação de inscritos do Campeonato Paulista.

No lugar do atacante Erick Salles, Cajá compõe agora, ao lado de mais 27 companheiros, a lista dos jogadores à disposição do técnico Gilson Kleina para a disputa das fases finais do Paulistão. Antes, a Ponte substituiu João Vitor, lesionado e sem condições de atuar até o fim do estadual, por Wendel, também volante – conforme o regulamento, até esta sexta-feira os clubes têm o direito de fazer quatro trocas para o mata-mata.

Regularizado, o meia tem a presença na partida deste sábado praticamente certa. Como será utilizado, na equipe titular ou no banco de reservas, como opção durante o jogo, ainda é uma incógnita: Renato Cajá só se integrou ao elenco na quinta-feira e, pouco adaptado, não vinha atuando com frequência no Bahia, seu ex-clube. Portanto, será feita uma avaliação do departamento médico da Macaca para confirmar as condições reais do atleta.