AFA recorrerá contra punição de Messi por ofensa a auxiliar brasileiro

Buenos Aires, 28 mar (EFE).- O presidente do comitê regulador da Associação do Futebol Argentino (AFA), Armando Pérez, anunciou nesta segunda-feira que entrará com um recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS) contra a punição de quatro partidas imposta pela Fifa ao atacante Lionel Messi por insultar um auxiliar brasileiro durante uma partida pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018.

O dirigente disse em entrevista à emissora "TyC Sports" que entrará com recurso contra a punição por considerá-la uma "decisão insólita". Além disso, o diretor de seleções nacionais, Jorge Miadosqui, afirmou que "há antecedentes para crer que é possível diminuir a sanção".

"Messi está abalado e triste, como estamos todos aqui. Não compartilhamos a forma como lidaram com isso. Ficamos surpresos com a decisão que foi tomada", completou Miadosqui.

A Comissão Disciplinar da Fifa decidiu punir Messi com quatro jogos de suspensão depois de o atacante ter ofendido o auxiliar brasileiro Emerson de Carvalho durante a partida contra o Chile, válida pelas Eliminatórias, na última quinta-feira.

Messi já terá que cumprir o primeiro jogo de suspensão nesta terça-feira, quando a Argentina enfrenta a Bolívia em La Paz. Caso a punição não seja revertida, ele também perderá as partidas contra Uruguai, Venezuela e Peru, só voltando a atuar pela 'Albiceleste' na última rodada do torneio, contra o Equador. EFE


Leia também