Cacá cobra quase R$ 600 mil do Cruzeiro na Justiça do Trabalho

Valinor Conteúdo
·2 minuto de leitura


Após fazer uma postagem em sua conta no Instagram contando um atraso e não cumprimento de acordos financeiros por parte do Cruzeiro, o zagueiro Cacá acionou o clube celeste na Justiça do Trabalho. O jogador cobra parte dos salários atrasados e verbas rescisórias.

A causa gira em torno de R$ 594.347,69. O zagueiro, que foi negociado pelo Cruzeiro com o futebol Japonês, alegou que a Raposa não acertou os salários de dezembro de 2020, janeiro de 2021, não depositou o FGTS que tem direito, além da rescisão com o clube. Cacá também pede indenização sobre os valores cobrados.

O Cruzeiro nega o problema e diz ter feito um acerto com Cacá,pagando R$ 251.443,04 para o jogador, que contra argumentou dizendo que esse valor se refere a salários anteriores. Confira abaixo o que Cacá cobra da Raposa.

-Verbas Rescisórias no valor líquido de R$ 58.184,71 (cinquenta e oito mil, cento e oitenta e quatro reais e setenta e um centavos), conforme discriminado no Termo de Rescisão Contratual;

-Salário do mês de dezembro de 2020, no valor líquido de R$ 88.622,00 (oitenta e oito mil, seiscentos e vinte e dois reais);

-Salário do mês de janeiro de 2021, no valor líquido de R$ 79.503,00 (setenta e nove mil, quinhentos e três reais);

-Pagamento da Multa prevista no art. 477, § 6º, alínea “a”, e § 8º, da CLT, no valor de R$ 110.000,00 (cento e dez mil reais);

-Pagamento da Multa prevista no art. 467 da CLT, em caso de não pagamento das verbas incontroversas na primeira assentada, no valor R$ 125.721,52 (cento e vinte e cinco mil, setecentos e vinte e um reais e cinquenta e dois centavos);

Infelizmente, fiz um acordo com os dirigentes do Cruzeiro. Na primeira parcela do pagamento da minha venda ao Japão, eles me pagariam o que havia sido acordado. Assinamos o acordo no dia 24/02, a parcela foi paga (pelo Tokushima) no dia 16/03, há 20 dias aproximadamente, e não houve o pagamento (a mim) -disse Cacá em sua publicação no Instagram. O jogador eo clube terão uma audiência no dia 27 de abril.